11/10/2022 às 09h55min - Atualizada em 11/10/2022 às 09h55min

TCU cobra Ministério da Defesa sobre relatório da fiscalização das eleições | Portal Obidense

Bruno Dantas determinou o prazo de 15 dias para que a pasta envie o relatório

Da Redação
Jovem Pan
Jovem Pan
BRASIL - O Tribunal de Contas da União (TCU) cobra o envio de relatório sobre fiscalização das eleições por parte do Ministério da Defesa produzido pelas Forças Armadas. A solicitação do Ministério Público (MP) foi acolhida nesta segunda-feira, 10, pelo presidente em exercício do TCU, ministro Bruno Dantas. O presidente da Corte de Contas determinou o prazo de 15 dias para o envio do relatório e encaminhou à pasta o pedido de esclarecimento elaborado pelo subprocurador-geral do TCU, Lucas Rocha Furtado, na sexta-feira, 7. Foi solicitada uma cópia ou documento correlato que revele o resultado da fiscalização no primeiro turno das eleições. No ofício, Furtado considera que as informações por parte das Forças Armadas são necessárias”para a completude do trabalho de auditoria”.
 
Depois de tanto insistir, os militares conseguiram a liberação da realização de mais uma etapa nos teste de integridade no início de setembro pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes. O magistrado concordou com a realização de um teste-piloto com biometria em 58 urnas eletrônicas em todo país. O TCU efetuou o seu processo de auditoria no primeiro turno das eleições, que ocorreu no dia 2 de outubro. A Corte de Contas ainda analisará as informações retiradas dos boletins impressos de 4.161 equipamentos onde consta os votos recebidos por cada candidato, resultado que só deve ser anunciado em 2023. O TCU também acompanhou o teste de integridade em 648 urnas sorteadas.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp