11/05/2022 às 09h58min - Atualizada em 11/05/2022 às 09h58min

De malas prontas: quatro atletas amazonenses de jiu-jitsu embarcam para o Campeonato Brasileiro 2022 | Portal Obidense

Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu

Redação
Agência Amazonas
Agência Amazonas

Agência Amazonas - Atletas têm apoio do Governo do Amazonas para competição, que acontece em São PauloEm busca de destaque na arte suave amazonense, Rickson Ryan, Jadson Lynon, David Washington e Anabelle Évany vão participar do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu 2022, em São Paulo, no sábado e domingo (14 e 15/05). Os atletas embarcam para a capital paulista nesta terça-feira (10/05), com passagens aéreas cedidas pelo Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar).

“O Governo do Amazonas tem acompanhado o crescimento dos nossos atletas de jiu-jitsu, tanto em competições regionais quanto nacionais. E, como buscamos elevar o nível dos competidores ao alto rendimento, estaremos sempre apoiando jovens que representam o futuro para o esporte amazonense”, destacou Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

Os atletas contemplados fazem parte do projeto Suçuarana, mantido desde 2017 no Sest Senat, localizado no bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus. Lá, jovens de 6 a 15 anos participam de aulas gratuitas de jiu-jitsu, judô e luta livre.

“É o único título que nossos atletas não têm, e estamos treinando muito para trazer as quatro medalhas para o Amazonas. Não consigo descrever a felicidade que estou sentido, que os pais dos alunos estão sentindo, e o projeto, de maneira geral, por receber essa ajuda do governo”, comentou Alan, faixa preta de jiu-jitsu.

Organizado pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ), o campeonato reúne os melhores atletas do Brasil, nas categorias Infantil a Máster. Com apenas 12 anos, o atleta faixa verde, David Washington, compete na categoria Pluma. Para o jovem, representar o Amazonas é poder vestir as cores da Seleção Brasileira futuramente.

“Estou bastante ansioso para esse campeonato e feliz por representar nosso estado, porque sei que com essa medalha futuramente posso representar o Brasil. Nossa preparação física está pesada, e vamos em busca de vencer todos os nossos oponentes”, comentou David.

Visando o autocontrole e a integração social entre os alunos, por meio do jiu-jitsu, luta livre e judô, os mais de 80 atletas do projeto Suçuarana são ensinados diariamente sobre fundamentos para além da prática esportiva.

“Hierarquia e disciplina são os pilares dessas três artes marciais. Eu busco fazer com que todos os meus alunos levem isso para dentro de casa e para escola, e através desse esporte formamos cidadãos melhores”, frisou o treinador Alan Batista


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.4%
10.2%
1.7%
0%
0%
15.0%
1.7%
0.6%
33.1%
1.7%
3.7%
5.1%
2.5%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp