14/07/2020 às 16h54min - Atualizada em 14/07/2020 às 16h54min

Inicia em Óbidos campanha "sinal vermelho" | Portal Obidense

O lançamento da campanha aconteceu na manhã desta terça-feira (14) no Fórum da cidada de Óbidos. As farmacias terão um papael fundamental

Por: Elton Pereira
ÓBIDOS - Uma denúncia silenciosa e que pretende ser tão eficaz quanto outra. Um simples gesto que irá significar uma denúncia de violência doméstica será implantada no município de Óbidos a partir desta terça-feira (14). Numa reunião no Fórum da Comarca de Óbidos, o Excelentíssimo Senhor Juiz Clemilton Salomão orientou proprietários e atendentes de farmácia para identificar e proceder ao sinal das vítimas.

"Nessa campanha é muito importante a participação da mídia. Durante a quarentena a violência doméstica triplicou. Então a CNJ criou essa estratégia, em parceria com as farmácias do Brasil para nos ajudar a denunciar os atos de violência doméstica no Brasil." Informou O Exmo. Juiz Clemilton Salomão.

A Campanha é uma iniciativa do CNJ - Conselho Nacional de Justiça e da AMB - Associação dos Magistrados do Brasil e teve seu lançamento no dia 10 de junho com foco principal de ajudar as mulheres, vítimas de violência doméstica a pedirem ajuda nas farmácias do Brasil. Um canal silencioso que pode ser identificado com um simples sinal "X" na palma da mão da vítima.

"É muito importante nossa participação nesse processo e por esse motivo a gente aderiu à essa campanha para somar contra os casos de violência doméstica." Disse o farmacêutico Edy.

Para o Poder Judiciário, muitos casos de agressões são registrados envolvendo pais de família, provedores do lar que acabam cometendo o crime de violência doméstica. Por esse motivo, em parceria com a Assistência Social a Justiça espera recuperar os agressores através de terapias de casal.

"Hoje nós temos uma central de atendimento e há um preconceito com a terapia, por isso o judiciário entrou. Quando essa mulher faz a denúncia, que esse homem é ouvido, agora terá a terapia como obrigatória como aquela medida protetiva. Por que as vezes ele não percebe que ele é doente. Por que ele veio de um cenário, familiar, geralmente violento. Então, ele vem de uma estrutura familiar fragilizada." Disse Izalina Alves, secretária de Desenvolvimento Social.

A Polícia Militar terá um aliado a mais na identificação dos casos de violência doméstica contra mulher. Após, identificação do sinal vermelho, os atendentes e representantes de farmácias deverão acionar a guarnição de plantão, da PM, que fará a averiguação da denúncia e apresentação do agressor à delegacia de Polícia Civil.

"Nós temos o 93991787500, Polícia Militar diuturnamente e a gente orienta a você casal, você que está passando por problemas, procure a secretaria de Desenvolvimento Social, procure sua igreja, conversem. Vamos dizer não a violência. Isso é, realmente um fator preocupante para a sociedade." Finalizou o Sgt. Rocha, Policial Militar da 29°CIPM.

CLICK AQUI – Assista o ao vivo


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
23.0%
10.2%
1.3%
0%
0%
15.1%
1.6%
0.7%
35.5%
1.3%
4.3%
3.3%
1.3%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp