20/04/2016 às 21h28min - Atualizada em 20/04/2016 às 21h28min

Primeiro dia de vacinação contra gripe foi tranquilo em Óbidos

9º Centro Regional de Saúde de Santarém destinou o total de 13.260 doses para o município de Óbidos.

Por: Érique Figueirêdo
Fotos: Wendel Menezes

ÓBIDOS – A campanha de vacinação contra a gripe H1N1, iniciou oficialmente em Óbidos na manhã desta quarta-feira (20). Em todas as Unidades de Saúde da cidade, as doses estavam disponíveis para as pessoas que estão inseridas no grupo prioritário. A reportagem do Portal Obidense esteve presente em dois postos de saúde e observou que a procura, apesar de intensa nas primeiras horas da manhã, não resultou em grandes filas.

Nas unidades Zuraia Galati no centro da cidade, e Lauro Corrêa Pinto no bairro Cidade Nova, os atendimentos foram considerados normais, pelos profissionais de saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde de Óbidos (SEMSA), recebeu até agora apenas 50% das doses que deverão ser encaminhadas para o município. “Esse quantitativo dá conta da nossa demanda inicial, mas segundo informações que nos foram repassadas, na semana que vem, nós já estaremos recebendo o restante das doses, juntando ai aproximadamente treze mil e seiscentas doses, que é o quantitativo de cem por cento pra imunização no município de Óbidos”, garantiu a enfermeira Marcelia Lima, diretora executiva de vigilância em saúde

A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde para Óbidos, é de que 80% do público alvo da campanha seja imunizado até o dia 20 de maio.

Embora um caso da doença tenha sido confirmado no município de Santarém, a Secretaria de Saúde garante que não houve até agora nenhum registro de H1N1 no município obidense. “Não, até agora não temos nenhum caso confirmado, nem casos suspeitos da doença.

Agora a secretaria vai se manter vigilante e trabalhará bastante para alcançar a nossa meta para essa campanha”, disse Marcelia.

Nas comunidades do interior a mobilização também iniciou nesta quarta-feira. Os moradores da área de várzea foram os primeiros a receber as equipes de enfermeiros e técnicos de enfermagem, que estão indo de casa em casa para realizar a vacinação.

Números preocupam

Em todo o estado do Pará, os registros de H1N1 preocupam. Somente em 2016, já foram registrados 16 casos da doença, contra 12 casos ao longo de 2015. As informações são da Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA).

Quem pode tomar a vacina

Crianças de seis meses a menores de 5 anos, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), pessoas com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, bem como doentes crônicos com recomendação médica, pessoas com problemas respiratórios, cardíacos, com baixa imunidade, dentre outros.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.6%
10.1%
1.8%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
33.9%
1.5%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp