20/06/2019 às 22h38min - Atualizada em 20/06/2019 às 22h38min

Mulher compra medidor de glicose após a falta do equipamento em Unidade de Saúde em Óbidos

Marilene Ramos, postou sua indignação em redes sociais, o assunto viralizou na internet e outras pessoas aproveitaram para fazer relatos quando precisaram de atendimento nos postos de saúde

Por: Walmir Ferreira
Foto: Marcilene Ramos
ÓBIDOS - Marcilene Ramos, moradora do bairro do São Francisco na cidade de Óbidos, no Oeste do Pará, acompanhou na última quarta-feira (19), uma paciente que estava passando mal com suspeita de glicose alta. Segundo Marcilene, as mesmas se deslocaram para o Hospital Municipal José Benito Priante (24 horas), onde foi informada ao chegar que não poderia realizar o teste por falta do equipamento, um medidor de glicose, em seguida foram para a UBS do Bairro São Francisco, onde também ouviu a mesma negativa. Decidida a prestar socorro a senhora, Marcilene tirou de seu próprio bolso R$70 reais e comprou um equipamento para medição de glicose.

Quanto vale uma vida? Com certeza você responderá que não tem preço, muito menos 70 reais. O Portal Obidense entrou em contato com Marcilene para saber da veracidade do caso, a mesma confirmou e enviou a foto do cupom fiscal e do equipamento.

Verificamos o cupom fiscal, o produto foi adquirido no dia 19/06 as 08h38mn em um comercio que fica na rua Felipe Bentes no Centro da cidade, ainda ganhou um desconto pagando o valor de R$ 66,50, na descrição do cupom: Kit medidor de glicose completo.

Indignada com o ocorrido e em busca de justificativa da falta do equipamento, objeto esse que obrigatoriamente deve ter em postos e hospitais, a mulher usou suas redes sociais para cobrar o prefeito Chico Alfaia, completando seus dizeres no post falando da falta de respeito por parte dos profissionais da saúde, que atendem com grosserias, tanto os pacientes quanto os acompanhantes.

A secretária de Saúde do Município, ainda respondeu via facebook, dizendo que o equipamento tinha, o que estava faltando eram as “tirinhas” que no momento não tinha por falta de fornecedor do produto.

O relato acabou viralizando nas redes sociais, e seu post serviu como desabafo de outros obidenses que também relataram a sua indignação com o falta de respeito por parte dos servidores da saúde do município com a população. Um deles foi o líder comunitário André Andrade, que segundo ele, já sofreu com o mesmo problema após levar seu tio para ser atendido no 24 horas e sofrer um péssimo atendimento por parte dos funcionários. Após o ocorrido, o mesmo se manifestou da mesma forma que Marcilene Ramos, cobrando as autoridades competentes.

O post de indignação feito por André, também serviu como desabafo para outras pessoas, que relataram maus tratos por parte dos servidores da saúde e falta de outros equipamentos médicos como inalador. Nesta mesma publicação, a secretária de saúde Nathalia Rodrigues, afirmou que a unidade de saúde teria o aparelho, porém o que estava faltando era um fita usada para testes, o que foi novamente rebatido por Marcilene Ramos, que comprovou a compra do aparelho, mostrando ele e a nota fiscal como resposta.

Segundo o que apurou o Portal Obidense, a paciente precisou ser internada com urgência no hospital Santa Casa de Óbidos, onde continua até o fechamento desata matéria.

O espaço fica em aberto para que os órgãos competentes possam se manifestar em relação ao assunto.
 
Contato - O Portal Obidense, equipe de Óbidos tem um novo número de Whatzapp, para entrar em contato pode enviar mensagem a qualquer hora para o número (93)9 9197-6588

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp