10/01/2019 às 20h39min - Atualizada em 10/01/2019 às 20h39min

Semab faz readequação nas barracas que trabalham com vendas de comidas na feira do agricultor rural

Na mudança as 8 barracas que vendem refeição irão pagar sua própria energia consumida, e a taxa de concessão para explorar o espaço que era de 120 reais, vai passar para 150 reais mês

Por: Elton Pereire
Foto: Elton Pereira
ÓBIDOS – As mudanças serão apenas para as barracas que vendem refeição prontas, para os feirantes e agricultores nada será mudado, o custo continua sendo da prefeitura.

Na noite da quarta-feira (09), informações davam conta de uma “confusão” na feira do produto Rural em Óbidos, cidade que fica no oeste do estado do Pará. As informações chegaram até a equipe do Portal Obidense que foi verificar. Segundo os relatos havia falta de água nas barracas que trabalham no espaço com a venda de comida e que por conta disso geraram muitas reclamações.

Os relatos informavam ainda um aumento no valor da taxa paga por cada uma das 8 barracas que são locadas no espaço (Termo de permissão de uso), antes era pago apenas um valor “simbólico”, além disso os donos de barracas irão ter que pagar a conta de energia, coisa que, segundo fontes, não acontecia nas gestões passadas.
Em busca de respostas, nossa equipe de reportagem foi até a SEMAB (Secretaria Municipal de Abastecimento) e falou com o secretário adjunto Maike Bentes. O mesmo nos repassou que ontem houve uma reunião com permissionários dos estabelecimentos e que foi acertado que irá ser realizado uma concessão de uso, estipulada no valor de R$150,00 por mês, para cada barraca que trabalha com venda de comida no local, aumento de 30,00 reais do valor pago anteriormente que era de R$ 120,00.

Para que essas mudanças pudessem ser implantadas, foi feito uma reunião com os interessados e tudo o que foi acordado foi assinado em atas, com a ciência e entendimento dos mesmos. Dos 8 responsáveis das barracas apenas um não se fez presente, as alterações passam a valer a partir do dia 1° de fevereiro.

O secretário disse ainda, que serão colocados contadores de energia individuais para cada barracas, com custo de instalação sendo de total responsabilidade da SEMAB, dessa forma cada um pagará apenas pelo o que consumir.
Segundo informações do secretário a prefeitura tem um custo médio de 3 mil reais com energia consumida na fera “Antes disso a prefeitura arcava com o valor de R$3.194,00, isso varia de mês para mês, as vezes mais, as vezes menos mas sempre nessa faixa de R$3.000,00”. Diz Maike Bentes.

O secretário ainda informou que sobre a falta de água, realmente aconteceu devido a bomba d`agua ter queimado, mas na mesma semana a prefeitura comprou uma bomba nova e resolveu o problema.

Os padrões (Contadores) começarão a serem instalados a partir do dia 1° de fevereiro, os concessionários das barracas irão pagar a concessão de uso e sua própria energia, que será imprimida e poderá ser paga direto no banco.
Aconteceu uma ação de vandalismo nas portas dos banheiros da feira do agricultor na virada do dia 31 para 1° e a queimada de uma bomba d’água, que de imediato a Secretaria Municipal de abastecimento deu a resposta comprando uma nova bomba para o local, Vale lembrar que a medida vale apenas para os donos das barracas que trabalham com a venda de comida no espaço da feira do agricultor rural, e não aos feirantes.

O Portal Obidense ainda tentou falar com alguns permissionário que exploram o local, mas nenhum quis falar, apenas disseram que já falaram com a SEMAB e que está tudo certo.
 
Contato - O Portal Obidense, equipe de Óbidos tem um novo número de Whatzapp, para entrar em contato pode enviar mensagem a qualquer hora para o número (93)9 9197-6588

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp