09/08/2018 às 11h53min - Atualizada em 09/08/2018 às 11h53min

Após ser enterrado como indigente, família reconhece corpo encontrado no rio Trombetas

Depois de divulgação nos meios de comunicação familiares identificam corpo de seu parente através de foto.

Por: Márcio Garcia
Fotos: Márcio Garcia
ORIXIMINÁ – Matéria publicada no Portal Obidense, sobre corpo encontrado no rio trombetas, e que ainda ninguém avia feito ocorrência ou procurado nas delegacias, hospitais o mesmo foi enterrado como indigente.

Por volta das 22hs da quarta-feira (08) a família reconheceu através de fotos as roupas usadas e procurou o corpo de bombeiros para informar que tratava-se de Raimundo de Souza dos Santos, de 59 anos de idade natural de Oriximiná.

Nesta manhã de quinta-feira (09) o corpo foi exumado e entregue a família para dar um enterro digno ao Raimundo Souza. A vítima morava na localidade do Caipuru e segundo parentes, não tinha comportamento agressivo e nem tinha inimizade com ninguém, inclusive segundo seu sobrinho Marcelino S. Silva, ele pouco falava, pois tinha dificuldade para falar.

“A última notícia que tivemos dele, foi nas segunda-feira, por volta das 13hs, pois ele almoçou na casa de nosso vizinho, nós estávamos na cidade, retornamos na terça-feira no final da tarde ele não estava mais lá. Ele sempre dizia que ia no Xiriri ou no Pedro Mota... Na quarta-feira, fomos no vizinho e ele informou que tinham encontrado um corpo no rio, procuramos saber e descobrimos que era ele. Ele era deficiente, tinha deficiência na fala, só ficava olhando, pedimos que a polícia faça uma investigação, pois os pertences dele sumiram lá de casa, roupa, rede, canoa isso nos levou a pensar que ele tinha ido pro Xiriri, estamos muito triste, por alguém ter feito isso com ele”. Disse Marcelino Silva.

Segundo Silva, ele era um homem trabalhador, parceiros, não mexia com ninguém, uma maldade muito grande.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp