01/04/2018 às 21h33min - Atualizada em 01/04/2018 às 21h33min

Carnes vendidas em Porto Trombetas, podem não ter a inspeção da vigilância sanitária de Oriximiná, denuncia a vereadora Josy Seixas.

O fato gerou queda no faturamento e desemprego no setor de comercio de carnes da cidade, e poderá levar a Vigilância a fazer uma fiscalização mais rigorosa no município de Porto Trombetas.

Por: Márcio Garcia
Foto: Márcio Garcia

ORIXIMINÁ – A economia no setor de agropecuária no município de Oriximiná, cidade que fica no oeste paraense, vem registrando baixa nos últimos meses, além desse agravante, ouve aumento nos alvarás de funcionamento cobrado anualmente pela prefeitura da cidade, devido a isso algumas casas de carnes e açougues precisaram reduzir o número de colaboradores, gerando desemprego no setor local.

Sensível a isso a vereadora Josy Seixa, que é muito atuante dentro do município, foi conversar com os empresários do setor e ouviu deles algo que pode inclusive mexer com a saúde da população.

Segundo informações o distrito de Porto Trombetas está importando carne do município vizinho de Terra Santa, que não tem jurisprudência de saúde e inspeção sanitária naquele local, cujo a área é controlada pela vigilância sanitária de Oriximiná.  

O correspondente do Portal Obidense em Oriximiná, Marcio Garcia procurou a vereadora Josy Seixas que falou sobre a situação e providências a serem tomadas inclusive pode acontecer o desencadeamento de uma rigorosa fiscalização no comercio de produtos alimentícios de Porto Trombetas. “Conversando com os açougueiros a respeito de várias situações no setor, inclusive o aumento do valor pago do Alvará de funcionamento, eles me relataram que o maior problema que o setor vem enfrentando é na venda de carne para Porto Trombetas, que parou de comprar dos fornecedores de Oriximiná! E isso nos preocupou se Oriximiná não está vendendo que é a sede do distrito quem está vendendo? Quem está abastecendo aquela localidade? Temos relatos que a carne que está abastecendo os açougues e mercados do distrito de Porto Trombetas e Mineração Rio do Norte, está vindo da Cidade de Terra Santa, se isso estiver acontecendo, está errado, pois a vigilância sanitária de Terra Santa, não tem competência para atuar no território de Oriximiná. A carne que abastece Trombetas ela deve ser, averiguada, testada pela vigilância Sanitária local, então isso nos preocupou, temos que cuidar da saúde e economia de nosso município, então já conversei com a Vigilância Sanitária, já coloquei a situação e nós vamos averiguar isso”.

A vereadora informou que irá dar um retorno ao empresariado do setor de carne de Oriximiná sobre essa situação e que irá em Porto Trombetas acompanhar a Vigilância Sanitária de Oriximiná.

Outro assunto que Josy Seixa está acompanhando é sobre o índice de endemias que diminuiu no município com uma queda considerável dos casos de dengue, segundo ela graças ao trabalho que os agentes contratados executaram em todo o município.

A vereadora entrará em contato com a SESPA para que se mantenha os 40 agentes de ENDEMIAS   no quadro funcional.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp