03/04/2024 às 14h26min - Atualizada em 03/04/2024 às 14h26min

Governadores de oposição fazem aliança para endurecer leis de segurança pública no Brasil

Frente ampla de mandatários estaduais inclui Tarcísio (SP), Caiado (GO), Castro (RJ), Jorginho (SC) e Zema (MG).

Da Redação
Conexão Política
Foto: Reprodução

BRASIL - Um grupo de governadores de Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Goiás e Rio de Janeiro está se unindo para propor novas medidas legislativas no campo da segurança pública, área de grande importância eleitoral em 2024.

Com uma inclinação política voltada para a direita e centro-direita, esse conjunto de líderes pretende apresentar ao menos três projetos na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) nas próximas semanas.

Uma das propostas em discussão é aumentar o período necessário de cumprimento da pena no regime fechado antes da progressão para o semiaberto. Segundo uma apuração da CNN confirmada pelo Conexão Política, essa medida visa garantir uma transição mais segura entre os regimes prisionais no Brasil.

O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Guilherme Derrite, está planejando pessoalmente um seminário com representantes dos cinco estados para discutir os desafios enfrentados na área da segurança pública. Espera-se que no evento estejam presentes representantes de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Norte e Distrito Federal.

Vale ressaltar que a Câmara dos Deputados aguarda a decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em relação ao projeto que restringe as saídas temporárias dos presídios. Se o presidente optar por vetar o texto, já existe um movimento organizado para derrubar esse veto no Congresso Nacional.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp