28/01/2024 às 09h00min - Atualizada em 28/01/2024 às 09h00min

Juscelino Filho apoia regulação das redes e taxação das big techs

"Faturam bilhões e não pagam nada", disse o ministro das Comunicações

Da Redação
Pleno News
Ministro Juscelino Filho Foto: MCom/Isac Nóbrega

 

BRASIL - Nesta sexta-feira (26), o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, defendeu o plano do governo federal de taxar as plataformas digitais, conhecidas como big techs. A discussão faz parte do projeto de regulamentação do ambiente da internet, envolvendo também o combate à disseminação de notícias falsas.

Em entrevista, o ministro declarou que já há países se movimentando para a regulamentação das redes e que o Brasil também precisa avançar nessa pauta.

– O debate sobre as fake news não pode esfriar. Alguns países estão avançando na regulamentação do ambiente digital, e acredito que o Brasil também precisa avançar. O governo designou a Secretaria de Comunicação para atuar diretamente neste tema. Do nosso lado, estamos buscando soluções no aspecto regulatório, de responsabilização e de taxação dessas grandes plataformas – disse ele.

Em outra parte da entrevista, ele fala sobre os lucros das grandes empresas de internet.

– Consomem um percentual altíssimo do tráfego de dados das redes do país, faturam bilhões e não pagam nada”, afirmou.

Como chefe da pasta de Comunicação, Juscelino Filho também falou sobre a meta do governo Lula de levar internet banda larga para todas as escolas públicas do país até 2026, e também tratou contra a privatização dos Correios.

– Depois que fui buscar conhecer mais a fundo o papel da empresa e o que ela pode fazer pela população brasileira, não tenho dúvida nenhuma de que ela tem um papel importantíssimo. Tanto do ponto de vista estratégico como de políticas públicas, podemos usar a capilaridade dos Correios presente em todos os municípios.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp