12/01/2024 às 08h24min - Atualizada em 12/01/2024 às 08h24min

Globo perde 58% de audiência com documentário sobre o 8/1

Emissora fracassou ao exibir a produção no horário nobre

Da Redação
Pleno News
Lula e Alexandre de Moraes em documentário 8/1 – A Democracia Resiste Foto: Reprodução/GloboPlay

BRASIL - A TV Globo fez uma mudança em sua grade na última quarta-feira (10) e exibiu no horário nobre um documentário produzido pela GloboNews com entrevistas de Alexandre de Moraes e o presidente Lula.

De autoria dos jornalistas Julia Duailibi e Rafael Norton, 8/1 – A Democracia Resiste derrubou a audiência do horário em 58%, de acordo com números apurados na Grande São Paulo e revelados por fontes de mercado.

A produção sobre os atos de 8 de janeiro amargou 11,4 pontos de média e foi assistido por 27,2% dos domicílios paulistas. Contudo, 8/1 – A Democracia Resiste permaneceu em primeiro lugar isolado de audiência entre as plataformas de vídeo. Apenas as plataformas de streaming se aproximaram da pontuação na faixa horária, com 10,1 pontos.

APENAS 18,8% DOS BRASILEIROS ACREDITAM EM TENTATIVA DE GOLPE
Pesquisa AtlasIntel revelou que menos de 20% dos entrevistados acreditam que os atos de 8 de janeiro foram, de fato, uma tentativa de golpe de Estado. Os dados evidenciam o descrédito do discurso reproduzido pelo Judiciário, junto ao governo Lula e seus aliados, patrocinado pela grande mídia, diante da interpretação da sociedade brasileira.

A narrativa sustentada pelo Judiciário vai além de palavras, pois o Supremo Tribunal Federal (STF) já condenou 30 pessoas pelos crimes de tentativa de abolição do Estado Democrático de Direito e de golpe de Estado.

O levantamento foi realizado por meio de questionários virtuais, quando foram computadas as opiniões de 1,2 mil pessoas selecionadas aleatoriamente entre os dias 7 e 8 de janeiro. A margem de erro é de três pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%.

O estudo questionou os participantes sobre “qual foi a principal razão dos manifestantes que ocuparam o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o STF”. A duas opções mais assinaladas foram fanatismo político/polarização (34%) e fraude eleitoral (21%). Somente 18,8% acreditam em tentativa de golpe, e 2,4% atribuem os atos a patriotismo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp