03/10/2023 às 10h49min - Atualizada em 03/10/2023 às 10h49min

Governo avalia cortar isenção de impostos de 400 remédios

Geraldo Alckmin deu declarações nesta quinta-feira

Da Redação
Pleno News
Geraldo Alckmin Foto: Cadu Gomes / VPR

BRASIL - Nesta quinta-feira (28), o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin (PSB), disse que o governo federal avalia cancelar a isenção de impostos de cerca de 400 medicamentos que tiveram a dedução aplicada durante a pandemia de Covid-19. Ele deu declarações durante um evento promovido pelo grupo empresarial Esfera Brasil e a farmacêutica EMS. As informações são do site O Antagonista. 

A medida que trata da isenção de impostos para esses remédios está em vigor desde 2021. No entanto, é provável que somente dez medicamentos continuem com isenção.

– Na pandemia, justificava-se zerar o Imposto de Importação, para não ter risco de desabastecimento – falou o vice-presidente da República.

O Ministério da Saúde está analisando quais remédios perderão a isenção.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp