08/06/2023 às 13h25min - Atualizada em 08/06/2023 às 13h25min

Wilson Lima destaca importância da manutenção da Zona Franca no relatório do GT da reforma tributária

Grupo de Trabalho da Câmara dos Deputados apontou ‘essencialidade’ da ZFM para o desenvolvimento econômico e a preservação da Amazônia

Da Redação
agenciaamazonas.am.gov.br

Portal Obidense  Publicidade 790x90

Foto: Janailton Falcão/Secom

AMAZONAS - O governador do Amazonas, Wilson Lima, destacou, nesta terça-feira (06/06), a importância do relatório do grupo de trabalho (GT) da Câmara Federal que discute a reforma tributária, ressaltar a necessidade de tributação diferenciada da Zona Franca de Manaus (ZFM). O relator da reforma, deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), frisou que o modelo é essencial para o desenvolvimento econômico da região Norte.

Wilson Lima agradeceu aos deputados membros do GT, em especial os eleitos pelo Amazonas, e reforçou que a ZFM é importante não apenas para o estado. Para o governador, o modelo é importante também para todo o planeta porque gera mais de 500 mil empregos em áreas já urbanizadas, diminuindo a pressão sobre a floresta e ajudando a preservar a Amazônia.

“As conversas que nós tivemos com o relator desse Grupo de Trabalho, a vinda desse grupo ao estado do Amazonas e a visita à Zona Franca de Manaus, a empresas que compõe o nosso polo, tenho certeza que foram decisivas para que o presidente e a comissão pudessem incluir a proteção a Zona Franca de Manaus, importante não só para o Amazonas, mas para o Brasil como um todo”, disse o governador.

Ainda nesta terça-feira, por telefone, Wilson Lima conversou com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e colocou o estado do Amazonas à disposição para dirimir dúvidas da equipe econômica do governo e garantir a manutenção da competitividade do modelo Zona Franca.

Deputados membros do GT da reforma tributáriagrupo estiveram no Amazonas em 14 de abril. O grupo é formado por 12 parlamentares e São Paulo tem o maior número de integrantes: quatro. O Amazonas conta com três deputados.

Manutenção do patrimônio

Ao ler o relatório do GT nesta terça-feira, Aguinaldo Ribeiro ressaltou os empregos gerados e os efeitos ambientais do modelo ZFM.

“Assim foi compreendido que se faz necessário garantir os empreendimentos da região por tal regime, previsto até o ano de 2073 enquanto avançamos na construção de um novo modelo que ganhe eficiência e competitividade, garantindo assim a expansão de empregos e a manutenção do seu patrimônio ambiental tão importante para a soberania do nosso país”, disse o deputado.

Força-tarefa pela Zona Franca

Desde o início das discussões da reforma tributária, o governador Wilson Lima vem liderando conversas com diversas frentes estaduais, nacionais e até em suas agendas internacionais, destacando a importância de se preservar a Zona Franca e, principalmente, os empregos diretos e indiretos por ela gerados.

Segundo o governador, o fim da ZFM representa avançar sobre a floresta amazônica. Ele ressaltou que a manutenção de 97% da cobertura florestal nativa do bioma no Amazonas demonstra que o modelo tem sido o principal mecanismo de preservação ambiental no estado, que tem a maior parcela da floresta e a mais preservada da Amazônia.

Wilson Lima avaliou ainda que é preciso dar oportunidade de desenvolvimento, emprego e renda a quem vive na Amazônia, para que a única alternativa econômica não seja destruir a floresta, e que os incentivos fiscais não são privilégios, mas sim um pagamento pelos serviços ambientais prestados pelo Amazonas ao país.

Portal Obidense  Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp