06/05/2023 às 08h26min - Atualizada em 06/05/2023 às 08h26min

Preço da cesta básica sobe em 14 capitais | Portal Obidense

Em Porto Alegre, o aumento foi de 5,02% de um mês para o outro

Da Redação
revistaoeste.com
Imagem da internet

BRASIL - A cesta básica ficou mais cara em 14 das 17 capitais brasileiras em abril. Dados apresentados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) nesta sexta-feira, 5, mostram, por exemplo, que o preço em Porto Alegre saltou 5,02%, no comparativo com março.
 

Apesar do avanço do preço na capital gaúcha, a cidade de São Paulo segue com a cesta básica mais cara do país, onde o preço médio, segundo o Dieese, foi de R$ 794,68. Porto Alegre fechou o mês passado na segunda posição nesse quesito, com custo de R$ 783,55. Florianópolis e Rio de Janeiro completam a lista de locais com a cesta básica mais cara, com valores de R$ 769,35 e R$ 750,77, respectivamente.
 

De acordo com a pesquisa referente aos preços de abril, a cesta básica ficou mais barata apenas em Belém (R$ 660,67), Salvador (R$ 585,99) e Natal (R$ 605,94). Em termos porcentuais, as quedas nessas capitais foram, respectivamente, de 0,57%, 0,91% e 1,48%.
 

Onde a cesta básica subiu

 

Além de São Paulo, Porto Alegre, Florianópolis e Rio de Janeiro, o valor subiu em:
 

· Brasília — R$ 717,09;

· Campo Grande — R$ 7737,74;

· Goiânia — R$ 7704,94;

· Belo Horizonte — R$ 7668,96;

· Vitória — R$ 7703,90;

· Curitiba — R$ 7694,05;

· Aracaju — R$ 7553,89;

· Fortaleza — R$ 7669,79;

· João Pessoa — R$ 7585,42;

· Recife — R$ 7582,26.

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp