25/02/2023 às 08h49min - Atualizada em 25/02/2023 às 08h49min

Governo vai excluir 1,5 milhão de pessoas do Bolsa Família | Portal Obidense

Até maio, ministério pretende reavaliar o cadastro de 5 milhões de beneficiários

Da Redação
revistaoeste.com
revistaoeste.com

BRASIL - O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social anunciou que vai retirar cerca de 1,5 milhão de pessoas do programa Bolsa Família já em março. A informação foi divulgada pelo ministro Wellington Dias, em entrevista à GloboNews, nesta sexta-feira, 24.
 

Segundo Dias, esse contingente não se adequa às exigências do programa social. “Nós temos a segurança de que não preenchem o requisito”, afirmou. Ainda conforme ele, até maio, final da triagem, o governo federal espera cancelar 2,5 milhões de repasses — de um total de 5 milhões sob análise.
 

Em contrapartida, o ministério deve realizar a inclusão de pessoas que cumprem com os requisitos para a concessão do benefício, mas que não haviam sido contempladas pelo governo até então.
 

“Nosso objetivo não é excluir, é tirar quem não precisa e incluir quem necessita do Bolsa Família”, explicou Dias, em entrevista ao canal.
 

Até o fim do ano passado, o governo federal pagava o benefício — que se chamava Auxílio Brasil — a 21,9 milhões de pessoas.
 

O ministro também afirmou que o novo desenho do programa de transferência de renda deve incluir, além do valor extra de R$ 150 por criança de até 6 anos, a proporcionalidade. Ou seja, o valor do benefício será proporcional ao tamanho das famílias, mas não especificou quanto será o reajuste.
 

A previsão é que as mudanças, que já contaram com a saída voluntária de 2,2 mil famílias solicitada através de ferramenta no Cadastro Único, abra espaço para a entrada de 700 mil novas famílias no programa. 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp