02/02/2023 às 20h42min - Atualizada em 02/02/2023 às 20h42min

Petrobras recebe mais R$ 130 milhões em acordo da Odebrecht | Portal Obidense

Acordo de colaboração premiada de ex-executivo da empreiteira foi validado pelo STF

Da Redação
revistaoeste.com

revistaoeste.com
BRASIL - A Petrobras recebeu R$ 132 milhões na qualidade de vítima-beneficiária do acordo de colaboração premiada firmado entre o Ministério Público Federal (MPF) e o ex-executivo da Odebrecht Rogério Santos de Araújo. O acordo foi validado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Em nota, a petrolífera afirmou que ainda não teve acesso ao termo de acordo e aos autos, que seguem sob sigilo no STF.

 
Em meados de janeiro, a companhia anunciou já ter recebido cerca de R$ 456 milhões, recuperados por meio de acordo de leniência da empresa UOP LLC, subsidiária da Honeywell International. O acordo foi celebrado com a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU).

 
Como vítima de inúmeros crimes, especialmente corrupção, organização criminosa e peculato, a estatal tem recebido parte do dinheiro desviado pelo esquema, que, na maioria das vezes, consistia em contratos fraudulentos e superfaturados, com o dinheiro excedente dividido entre empreiteiras e agentes públicos.

 
Até o fim de 2021, a companhia tinha recebido mais de R$ 6 bilhões, devolvidos em razão de acordos de colaboração, leniência, repatriações e renúncias decorrentes da Operação Lava Jato, iniciada em 2014, pelo MPF do Paraná. O esquema investigado, o Petrolão, ocorreu durante os governos de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT).
 
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp