17/01/2024 às 14h45min - Atualizada em 17/01/2024 às 14h45min

Assassinato de lutador de MMA choca imprensa internacional: ‘Perigo enfrentado diariamente pelos brasileiros’

O atleta chegou a lutar contra grandes nomes do UFC, como Charles do Bronx.

Da Redação
Conexão Política

Portal Obidense  Publicidade 790x90

Foto: Reprodução

 

RASIL - A morte do lutador de MMA Diego Braga Nunes, aos 44 anos, é assunto não apenas no Brasil, mas ganha destaque na imprensa internacional. O atleta foi encontrado sem vida na noite da última segunda-feira (15), após uma tentativa pessoal de recuperar sua moto, que havia sido furtada horas antes.

O corpo de Nunes foi descoberto com marcas de tiros em uma área de mata no Morro do Banco, localizado no bairro Itanhangá, zona oeste do Rio de Janeiro. As diligências foram conduzidas por policiais do 31º BPM (Barra da Tijuca) e do Bope (Batalhão de Operações Especiais).

A Delegacia de Homicídios está agora à frente das investigações, buscando esclarecer os detalhes que cercam o caso. A motocicleta do lutador, uma Yamaha XTZ250 do ano 2023 conta com valor de tabela em torno de R$ 25 mil.

Os dados preliminares das investigações sugerem a possível envolvimento de traficantes ligados ao Comando Vermelho no assassinato de Nunes, em meio às constantes disputas entre organizações criminosas na região.

Antes do desfecho, Diego Braga Nunes recorreu às redes sociais para relatar o furto de sua moto na Muzema. “Amigos, minha moto foi furtada ontem de madrugada na Muzema, dentro da minha garagem! Compartilhem, por favor, e me ajudem a achar esses vagabundos e recuperar minha moto!”, apelou o lutador. Seu percurso antes de chegar ao Morro do Banco incluiu uma passagem pela comunidade da Tijuquinha, na mesma região.

A notícia da morte transcendeu fronteiras e tornou-se manchete na mídia internacional. O site Sher Dog destacou o brasileiro como um ‘veterano de 32 lutas’, enquanto o portal Telecom Asia Sport descreveu a execução de Diego como obra de uma gangue de criminosos.

O BVM Sports expôs em letras garrafais que Braga foi brutalmente executado pelo crime organizado no Brasil, ressaltando os perigos enfrentados por indivíduos no país, mesmo aqueles dedicados a treinar crianças carentes e orientar atletas talentosos.

O FSMMA enfatizou que Diego foi alvo de grupos perigosos, integrantes de uma das maiores organizações criminosas da América Latina. Outros veículos, como Bloodyelbow, CageSide e MMAFighting, também deram expressiva repercussão ao caso.

Com uma carreira profissional que se iniciou nos anos 2000, Diego Braga Nunes enfrentou notáveis adversários no MMA, incluindo Charles do Bronx, ex-campeão do UFC, Miltinho Vieira, Adriano Martins e Iliarde Santos.

 

Portal Obidense  Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp