23/03/2018 às 17h40min - Atualizada em 23/03/2018 às 17h40min

Os Piromaníacos conhecidos como Dieta e Dezenove, revelaram a polícia Civil que o alvo era a viatura da polícia Militar.

Por: Elton Pereira
Foto: Polícia de Curuá

CURUÁ – Um caso que chamou a atenção de toda a imprensa do oeste do Pará, aconteceu em Curuá, pequena cidade com pouco mais de 14 mil habitantes.

Dois indivíduos que incendiaram uma viatura da polícia Civil da cidade, fizeram por acharem que a polícia Militar não cumpriu seu papel no combate à criminalidade, então entenderam que a justiça por parte deles que resolveram fazer com as próprias mãos porém o carro incendiado foi da polícia Civil.

Após o comando regional encaminhar uma equipe para apurar o casso da VTR PC 2146, chegaram aos meliantes “Dieta e Dezenove”. Após serem presos, em depoimento Darlison da Silva Maciel (foto) “Dezenove”, informou que o crime foi planejado com antecedência e seria uma forma como represália ou até mesmo vingança, alegando que a polícia teria se omitido de prender o autor do homicídio que tirou a vida do amigo deles que teria sido morto em uma festa no Distrito do Flexal, comunidade do munípio de Óbidos - PA, ainda em depoimento eles revelaram qual seria a forma que agiriam, inicialmente a dupla se deslocou para a base da polícia Militar, não identificando a viatura Militar, entrou em ação o plano B, rumaram para a delegacia de polícia Civil, constataram a presença da viatura, entraram por uma cerca por traz do estacionamento e atearam fogo no veículo empreendendo fuga logo em seguida.

Eldo Pinheiro Sarmento, vulgo “Dieta” e Darlison da Silva Maciel, vulgo “Dezenove”, deveram responder pelos crimes de "Incêndio qualificado e associação criminosa". O incêndio criminoso na VTR PC 2146, ocorreu no dia 21/03/2018, às 01h10min, quando criminosos, agora

presos, adentraram na delegacia e utilizaram gasolina para atear fogo no veículo da polícia, para acompanhar o caso a superintendência regional da polícia civil destacou para o município de Curuá uma equipe de apoio e  após dois dias de intensa investigação chegaram aos dois indivíduos Eldo Pinheiro Sarmento, vulgo (foto) “DIETA” e Darlison Da Silva Maciel, vulgo “DEZENOVE”, como autores dos fatos, sendo que “DIETA” confessou a participação e declinou a coautoria com “DEZENOVE”. Após a confissão foram representadas as Preventivas à Justiça.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.6%
10.1%
1.8%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
33.9%
1.5%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp