26/04/2017 às 22h07min - Atualizada em 26/04/2017 às 22h07min

Foi preso em Manaus, por tráfico de drogas, foragido da polícia de Óbidos.

O delegado de polícia Civil, Thiago Mendes, já solicitou o recambiamento do prisioneiro e aguarda decisão do juiz da primeira vara de Manaus.

Por: Rafaela Aquino
Foto: Policia Civil

MANAUS – A policia Militar de Manaus em ação e combate ao crime de tráfico de entorpecente, efetuou prisão em flagrante delito de traficantes que atuavam no município com prática ilícita no submundo do tráfico e comercialização de drogas.

Entre os meliantes estava um velho conhecido e foragido da Polícia de Óbidos, por ter cometido um crime que abalou toda uma cidade, no dia da festa da padroeira de Óbidos, uma data difícil de esquecer.

A prisão aconteceu em Manaus no dia 20 de Abri de 2017l, Samarone Aiuby da Silva Moda, é foragido da comarca de Óbidos, na época tinha 22 anos e confessou o crime inclusive dando detalhes como aconteceu. Foi condenado a mais de 21 anos em regime fechado e antes de ser enviado ao centro de detenção em Santarém fugiu da cadeia.

Rafaela Aquino repórter do Portal Obidense, falou com exclusividade com o Delegado de polícia Civil de Óbidos Dr. Thiago

Mendes: “O Samarone, foi preso em flagrante delito e já está respondendo por crime de tráfico de drogas, na primeira vara criminal de Manaus e aqui em Óbidos ele já foi condenado a 21 anos e 4 meses em regime fechado e essa pena é muito maior do que a que ele pode pegar no crime de tráfico, isso atrai a competência de um juiz aqui do Pará, para ele responder aqui, Então eu já solicitei que ele seja recambiado do sistema penitenciário de Manaus, para o daqui do Pará. O Juiz que vai julgar, pegará a solicitação, analisará e defere ou não o nosso pedido, estamos aguardando”.

O crime aconteceu, por asfixia na noite de sexta-feira (26) de julho de 2013. Em depoimento, o acusado confessou ter matado a vítima motivado por uma rixa pessoal entre os dois. Samarone relatou ao delegado na época, Elinelson Silva, que já conhecia a vítima e sempre que se encontravam se desentendiam.

O acusado alegou legítima defesa, que o crime ocorreu depois que Tiago Batista da Silva, 23, tentou agredi-lo com um soco no rosto. Na ocasião, explicou o acusado, conseguiu desviar da agressão e reagiu atingindo Tiago com um soco no supercílio. Ao cair no chão, a vítima passou a ser espancada com uma sequência de socos. Mesmo com o agredido desmaiado, o acusado disse ter pego pedaços de telha com os quais passou a bater na cabeça da vítima.

Logo em seguida, o acusado asfixiou Tiago, por meio de estrangulamento, levando à morte da vítima.

Samarone já tinha passagem pela Polícia. Em 2010, foi preso, suspeito de ter participado de um homicídio. Ele foi julgado e absolvido pelo júri popular.

Rafaela Aquino também falou com a mãe da vítima dona, Cleide Batista Silva, que ainda sofre com a perca do filho: “Agora estou com meu coração mais tranquilo, porque o assassino de meu filho está atrás das grades, não traz a vida, mas alivia um pouco a dor. A justiça tardou, mas não falhou”.

O episódio é conhecido em Óbidos como o crime da torre, por ter acontecido no terre onde fica a torre da cidade.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp