02/06/2022 às 09h15min - Atualizada em 02/06/2022 às 09h15min

Defesa Civil realiza ação itinerante em áreas de várzea para cadastrar famílias no 'Recomeçar' | Portal Obidense

Programa do Governo do Estado concede um salário mínimo aos afetados pelas inundações

Por: Érique Figueirêdo/ ASCOM - PMO
Defesa Civil realiza ação itinerante em áreas de várzea - Divulgação/ ASCOM-PMO

ÓBIDOS - Por meio de uma ação itinerante realizada pelos agentes da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Comupdec), a Prefeitura de Óbidos percorreu 39 comunidades da área de várzea nos últimos quatro dias. Um levantamento foi feito com o intuito de saber quantas famílias foram atingidas pela cheia do rio Amazonas.

Durante as visitas, além do levantamento, os agentes realizaram o cadastramento das famílias no programa "Recomeçar",  do Governo do Pará, que em Óbidos, em parceria com a prefeitura vai conceder auxílio financeiro para reconstrução dos imóveis danificados pela enchente.

O coordenador da Comupdec, Jamerson Amaral, estima que apenas na área de várzea mais de 1.500 famílias serão beneficiadas com o auxílio de um salário mínimo.



"Óbidos é o segundo município do Pará a receber mais de 2 mil cheques do programa Recomeçar. Na nossa visita ficou evidente o quanto a enchente afetou famílias e esse auxílio vai chegar na hora em que essas pessoas mais necessitam" ressaltou.

Além das famílias da região ribeirinha, outras 77 na região de terra firme e 55 na zona urbana, que tiveram as casas inundadas pela elevação de rios e igarapés, também receberão o benefício do Recomeçar.

A Comupdec aguarda ainda a chegada de 2.014 cestas humanitárias, destinadas a Óbidos pela Defesa Civil do Estado, para ajudar os afetados pela enchente do rio Amazonas.
"Essa sem dúvida é uma das maiores ações de resposta aos desastres naturais já realizada pela Prefeitura de Óbidos, que neste ano já prestou socorro a mais de 300 famílias na cidade e no interior, com doações des cestas humanitárias e ações de infraestrutura em áreas que foram prejudicadas pelas enxurradas", finalizou Jamerson.




Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp