14/03/2022 às 11h21min - Atualizada em 14/03/2022 às 11h21min

Amor e imparcialidade a favor da vida | Portal Obidense

Episódios de racismo e ódio contra pessoas de outras etnias e culturas têm se tornado cada vez mais comuns

Por: Wellington Denis Costa Pereira

O preconceito, quando não combatido, contribui para o aumento da violência e pode até chegar ao ponto de causar uma guerra— gerando muito sofrimento, como temos visto nos últimos dias em razão dos conflitos na Ucrânia. Não é à toa que a Organização das Nações Unidas estabeleceu o 21 de março como o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.
 
Uma das facetas do preconceito é a xenofobia, descrita como ‘aversão a estrangeiros’. O Brasil é conhecido por receber bem pessoas que vêm de outros países; infelizmente, porém, isso não quer dizer que elas estão livres de sofrerem ataques preconceituosos e discriminativos. Ideias falsas têm atiçado a animosidade contra essas pessoas.
 
Apesar disso, há brasileiros que buscam fazer o bem de modo igualitário. Cristiane é uma enfermeira voluntária, que trabalhou com telemedicina durante a pandemia. Certa vez, ela atendeu por chamada de vídeo uma senhora venezuelana que se mudou para o Brasil e estava em um delicado estado de saúde. Cristiane fez de tudo para que ela recebesse ajuda médica o mais rápido possível. Apesar da paciente não falar seu idioma nem ser de sua nacionalidade, Cristiane não hesitou em ajudar o próximo. Ela acompanhou o caso dessa venezuelana até um desfecho favorável. Uma médica atendeu a paciente, a orientou e passou a receita – tudo isso em apenas uma hora, incluindo o primeiro atendimento feito por Cristiane.



Casos assim mostram que ainda é possível encontrar boas qualidades em um mundo dividido pelo preconceito. Enquanto o ódio gera mais ódio, o amor ao próximo promove o amor. Mostrar amor é uma maneira eficaz de interromper o ciclo do ódio e iniciar um ciclo virtuoso de boas práticas.
 
Cristiane explicou que os ensinos da Bíblia a ajudaram a ser imparcial em suas atitudes e a mostrar carinho pelos estrangeiros. Esses ensinos são apresentados na edição mais recente da revista A Sentinela, com o tema: Como parar o ciclo do ódio. Você pode ler essa revista de graça no jw.org, o site oficial das Testemunhas de Jeová. Nela poderá ler mais sobre as raízes do ódio e como é possível vencê-las com atitudes simples que todos podem ter. Não há dúvida: o melhor remédio contra o ódio é o amor!

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp