04/02/2022 às 17h11min - Atualizada em 09/02/2022 às 00h00min

Ameaçado de extinção, gato mourisco é solto em reserva na Bahia

Além do felino, outros 18 animais passaram a ter o Projeto Cachoeira como novo lar nesta sexta, 4

SALA DA NOTÍCIA Da redação
Acervo Bracell
Dezenove animais, incluindo um gato mourisco – que é uma espécie ameaçada de extinção –, passaram a ter como novo lar o Projeto Cachoeira, reserva ambiental da Bracell Bahia que fica na cidade de Entre Rios, no litoral norte do estado. A soltura desses bichos aconteceu nesta sexta-feira, 4, e foi realizada por profissionais do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), onde eles estavam em tratamento, e da Bracell – companhia do grupo RGE, que gerencia empresas com operações globais de manufatura baseadas em recursos naturais.

Especialista em Meio Ambiente da empresa, o biólogo Igor Macedo foi um dos profissionais envolvidos na soltura realizada hoje. De acordo com ele, a reintegração dos animais, incluindo 16 serpentes (seis delas peçonhentas de importância médica) ocorreu de forma tranquila, uma vez que o habitat apresenta as condições adequadas para os novos moradores. “O Projeto Cachoeira tem amplas áreas conservadas, uma grande diversidade de espécies da fauna e da flora e uma elevada disponibilidade hídrica, pois a reserva está às margens do Rio Sauípe”, explica.

Ele salienta ainda que o projeto foi uma das novas áreas de soltura de animais silvestres (Asas) autorizadas pelo Governo da Bahia, no ano passado, junto com o Projeto Sergipe, em Jandaíra. Ambas estão em espaços pertencentes à Bracell, que possui, ao todo, três Asas. A primeira a ser certificada, em 2020, foi a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Lontra, também em Entre Rios.

Ameaçado de extinção

Dentre os animais soltos nesta sexta, um deles foi reintegrado com ainda mais alegria. Trata-se do gato mourisco (Herpailurus yagouaroundi), também conhecido como jaguarundi. “Este felino tem o tamanho um pouco maior que um gato doméstico e uma coloração que varia do marrom escuro ao avermelhado. A sua distribuição acontece dos Estados Unidos até a América do Sul”, explica Macedo.

O especialista conta que essa espécie possui hábitos diurnos e, geralmente, solitária. Ele se alimenta, principalmente, de roedores marsupiais e aves. “O animal foi resgatado e passou por reabilitação no Cetas do estado da Bahia. Hoje, nos sentimos felizes em poder devolvê-lo ao meio ambiente, garantindo uma melhor qualidade de vida para esse animal ameaçado de extinção”, celebra.

O biólogo informou também que a Bracell entregou hoje um filhote de gato mourisco à equipe de resgate do Cetas para que ele possa ser avaliado. O animal foi entregue voluntariamente por um morador da comunidade de Lagoa Redonda, próximo à cidade de Inhambupe, a um dos brigadistas da empresa, que garantiu todos os cuidados necessários até o resgate.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.4%
10.2%
1.7%
0%
0%
15.0%
1.7%
0.6%
33.1%
1.7%
3.7%
5.1%
2.5%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp