27/01/2022 às 16h53min - Atualizada em 30/01/2022 às 00h00min

ESG: 3 maneiras de implantar no pequeno e médio negócio

Essas práticas são super positivas para a sociedade, mas também são capazes de atrair novos clientes, investidores e investimentos

SALA DA NOTÍCIA Luna Marina Oliva da Conceição
https://www.institutodevolver.org.br/
Divulgação

A famosa sigla ESG, que resume as práticas nas áreas ambiental, social e de governança, vem sendo cada vez mais debatida e valorizada. Não é mais opcional que as empresas, independente do tamanho e nicho de atuação, tenham um novo olhar a fim de minimizar alguns impactos negativos, sociais e ambientais. 

De acordo com Natalie Melaré, fundadora e presidente do Instituto Devolver, organização sem fins lucrativos para apoiar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, os pequenos e médios empreendedores devem começar com pequenas ações. “Minha recomendação para aqueles que estão tomando consciência da importância de contribuir com práticas de ESG é começar com pequenas atitudes. De preferência, que beneficie uma comunidade próxima à empresa. Assim, o impacto social poderá ser medido e sentido, motivando a continuidade das ações e a criação de uma cultura corporativa”, conclui. 

Passou da hora destas empresas começarem a pensar em maneiras de implantar o ESG nos seus negócios. Essas novas práticas são super positivas para a sociedade, mas também são capazes de atrair novos clientes, investidores e investimentos. Por isso, pensando em ajudar quem deseja iniciar o ESG dentro do seu negócio, o Instituto Devolver lista três dicas que podem ser colocadas em prática a partir de hoje.

Meio Ambiente
Todas as pessoas provocam algum tipo de impacto ambiental, já que utilizam recursos naturais, como água, energia e outros insumos. No caso das empresas que, normalmente, utilizam esses recursos em maiores quantidades e podem, inclusive, causar poluição, o cuidado e responsabilidade deve ser ainda maior. Por isso, é importante pensar em maneiras de implantar novas práticas, baseadas na ecoeficiência, desde diminuir o consumo energético e hídrico até utilizar fontes de energia limpa, evitar desperdícios e, consequentemente, reduzir custos. 

Social
A questão social se torna cada vez mais relevante e a boa notícia é que existem diversas iniciativas de baixo custo que podem ser adotadas em uma PME. O primeiro passo é começar a pensar em maneiras de ajudar causas sociais, começando pela sua comunidade, bairro ou município. Além disso, é importante contribuir para a melhora da sociedade de modo geral. Para isso, uma forma é apoiar ONGs e projetos sociais, como o Instituto Devolver, que possui mais de 16 empresas parceiras e impacta mais de 15 mil crianças e jovens espalhados por todo o Brasil. 

Governança
A governança é uma etapa essencial, pois é capaz de modificar um negócio de maneira profunda, beneficiando tanto seus colaboradores, quanto clientes, fornecedores e possíveis investidores. A adoção de regras que estabelecem a conduta ética a ser praticada naquela empresa contribui para que todos tenham um comportamento alinhado, inibindo práticas inapropriadas, como assédio e corrupção, por exemplo. Além de garantir a ética profissional nas relações de trabalho e oferecer melhores estímulos aos colaboradores. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.4%
10.2%
1.7%
0%
0%
15.0%
1.7%
0.6%
33.1%
1.7%
3.7%
5.1%
2.5%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp