24/06/2016 às 13h08min - Atualizada em 24/06/2016 às 13h08min

Servidores da educação encerram a greve e STPMO anuncia campanha para ajudar os que continuam sem receber

Funcionários que receberam os seus salários voltaram as atividades nesta sexta-feira.

Por: Érique Figueirêdo
Foto: Arquivo/Portal Obidense

ÓBIDOS – Os servidores da área da educação do município de Óbidos, que estavam em greve desde a semana passada por conta dos salários atrasados, decidiram durante assembleia geral da categoria realizada na tarde de ontem, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de Óbidos (STPMO), voltar as atividades nesta sexta-feira (24), após o pagamento de parte da folha salarial ter sido efetuado pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

Segundo a direção do STPMO, o encerramento da greve dos educadores foi aprovado pela maioria, após o pagamento dos profissionais concursados de apoio da educação, e dos professores contratados. “Com o pagamento dos salários atrasados, não havia motivos para continuar com a greve, já que o nosso movimento tinha como meta o recebimento dos proventos que estavam em atraso”, disse Derinaldo Câncio Biá, presidente do STPMO.

Embora a categoria afirmasse que só retornaria as atividades após o pagamento de todos os profissionais concursados e contratados, o movimento acabou sem que os funcionários de apoio da educação contratados recebessem. O sindicato alega que adesão desses profissionais foi mínima. “Poucos funcionários contratados de apoio da educação aderiram ao nosso movimento, por isso a assembleia definiu pelo retorno as atividades da área da educação”, explicou Biá.

Sem previsão para receber, uma parcela dos funcionários das secretarias de Agricultura, Desenvolvimento Social, Meio Ambiente e Administração, permanecem de braços cruzados.

Os sindicalistas devem retornar as ruas da cidade no sábado (25), para iniciar uma campanha de arrecadação de donativos, para ajudar os servidores que continuam sem receber. A intenção do STPMO é mobilizar a sociedade e tornar público a situação difícil de alguns funcionários públicos. “Foi a medida que encontramos para ajudar os nossos servidores. Podem achar que é politicagem, mas tem servidor público passando necessidade. Vamos fazer uma caminhada pelas ruas da cidade, para arrecadar alimentos, para doarmos aos nossos associados”, finalizou Derinaldo.  


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp