22/06/2016 às 09h55min - Atualizada em 22/06/2016 às 09h55min

Conselho Tutelar de Óbidos entra em greve por falta de pagamento

Conselheiros informaram em nota que só normalizarão os atendimentos quando os salários forem pagos.

Por: Érique Figueirêdo
Foto: Érique Figueirêdo

ÓBIDOS – Os membros do Conselho Tutelar do município de Óbidos, entraram em greve na terça-feira (21). Segundo os conselheiros, a paralisação dos serviços foi motivada porque os profissionais estão com o pagamento dos salários atrasados. A decisão foi oficializada em um comunicado da entidade enviado ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescentes (CMDCA), Ministério Público Estadual (MPE), Câmara de Vereadores e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDES).

De acordo com o comunicado, além dos conselheiros, os demais funcionários que prestam serviço no órgão estão sem receber os seus salários. A nota descreve que a situação “tem ocasionado prejuízos morais, econômicos e outros transtornos ocasionados pelo não pagamento dos salários dos servidores”.

A decisão da paralisação dos atendimentos foi aprovada por unanimidade. Os profissionais alegam que a medida foi inevitável, já que o Governo Municipal, até agora, não deu nenhuma previsão de quando os salários serão pagos. A categoria ressalta “que os conselheiros são impedidos por lei de exercer qualquer função que não seja a de membro da entidade, e que precisam receber para honrar com o seus compromissos”.

O profissionais informaram que vão cumprir o horário normal na sede do Conselho, é só atenderão casos graves, quanto ao atendimento ao público, só será normalizado após a efetuação do pagamento dos salários atrasados. A mesma medida (paralisação) será tomada nos próximos meses, se o salário não for pago até o dia 15.

Procurada pelo Portal Obidense, a Prefeitura de Óbidos ainda não se posicionou sobre o assunto.

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp