21/06/2016 às 17h34min - Atualizada em 21/06/2016 às 17h34min

Passagem de barco entre Óbidos e Santarém tem nova tarifa

O reajuste de 45,13% foi autorizado pela CONERC, e levou em consideração a defasagem dos últimos três anos em que não houve alteração no preço da passagem.

Por: Érique Figueirêdo

ÓBIDOS – Com a proximidade das férias do mês de julho, a procura por passagens de barco entre os municípios da região oeste do Pará aumenta consideravelmente. No caso dos obidenses o trecho mais procurado é entre Santarém e Óbidos, principalmente por estudantes que residem na Pérola do Tapajós e aproveitam as férias de julho para retornar a cidade presépio.

Mas os passageiros que costumam fazer essa rota vão ter que pagar um pouco mais caro pela passagem que subiu de R$ - 30 para R$ - 40 reais. O reajuste que foi autorizado pelo Conselho Estadual de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (CONERC), foi publicado na edição de 12 de maio do Diário Oficial do Estado do Pará.

O aumento da passagem foi solicitado a Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (ARCON), por uma empresa de navegação que opera no trecho. A gerência de transporte hidroviário da ARCON realizou um estudo da proposta e encaminhou o parecer técnico a CONERC que aprovou o aumento.

A nova tarifa passou a vigorar no dia 1º de junho. Segundo o representante de uma das duas empresas de navegação que atua na rota, desde 2012 o preço da passagem de barco entre Óbidos e Santarém não era reajustado. “O reajuste era necessário, principalmente pelas constantes elevações do preço do diesel, isso sem falar nas despesas com encargos e impostos e com os funcionários. A passagem pelo reajuste devia aumentar para mais de quarenta reais, mas o proprietário da empresa reavaliou e fixou em quarenta reais o novo preço”, disse Deolindo Caiçara, gerente do navio Príncipe de Óbidos.

O reajuste tarifário autorizado pela CONERC foi de 45,13%, e levou em consideração a defasagem dos últimos três anos e meio em que não houve alteração no preço da passagem. Os preços cobrados pelo transporte de encomendas e cargas não sofreram reajuste. As empresas garantem que o aumento da passagem não diminuiu o movimento de passageiros. “O reajuste foi avisado coma antecedência e os nossos clientes foram bastante compreensivos quanto o aumento do preço da passagem, a nossa expectativa é que esse fator também não influencie na movimentação no período das férias do mês de julho”, finalizou Caiçara.  

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp