09/09/2021 às 14h45min - Atualizada em 09/09/2021 às 14h45min

Alerta e orientações da Vigilância Sanitária sobre a doença Haff | Portal Obidense

Enfermeiro e Coordenador de Vigilância Sanitária fala sobre essa toxina encontrada em algumas espécie de pescados e crustáceos

Por: Marcelo Luiz


ÓBIDOS - A doença de Haff, popularmente conhecida como "Urina Preta" está causando preocupação entre os Estados do Pará e Amazonas, onde ambas já possuem casos suspeitos da doença, sendo um caso, que evoluiu a óbito na cidade de Santarém-PA (sob suspeita).
Diante disso, várias orientações e precauções são necessárias para evitar tal doença.

Segundo o coordenador de Vigilância Sanitária Darlan Soares, o município de Óbidos ainda está realizando somente orientações a população, e com a possibilidade ainda não descartada de proibição da comercialização do pescado, onde é encontrado a doença de Haff, e ressalta sobre a importância do cidadão ao sentir qualquer sintoma para  rapidamente procurar atendimento médico.

De acordo com estudos, a doença da Urina Preta se origina de uma toxina encontrada em pescados do tipo Tambaqui, Pacú e Pirapitinga, com indícios também em crustáceos como o camarão, desta feita o município de Juruti realizou uma medida mais enérgica e acabou baixando um decreto que proibi a comercialização desse pescado.



Sintomas

Rigidez muscular, dificuldades para respirar, dormência, perda de força em todo o corpo, escurecimento na urina, além também de dores seguidas de febre.

Segundo especialistas, esses sintomas costumam aparecer 2 horas após a injestão desse pescado ou crustáceos.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.0%
1.7%
0%
0%
15.2%
1.7%
0.6%
33.5%
1.7%
3.7%
4.6%
2.6%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp