07/06/2021 às 21h07min - Atualizada em 09/06/2021 às 17h40min

Segundo empresário Daniel Dantas, apenas talento não basta para jogadores de futebol triunfarem no esporte

Daniel Dantas, fundador da DWS – Dantas World Soccer, listou as 4 características que os grandes craques da bola têm em comum

SALA DA NOTÍCIA vanessa haddad
vhassessoria
Quem nunca ouviu a frase: “É só ver o jogador bater na bola que sabemos se ele é um craque". Entretanto, no futebol moderno apenas talento já não é suficiente.

Durante décadas o Brasil foi o maior celeiro de atletas profissionais do futebol. O mundo todo, principalmente a Europa, contrata nossos craques. Em 2002, a seleção brasileira campeã da Copa do Mundo tinha mais de 80% de seus atletas em times europeus, principalmente, pelo fato de serem os grandes astros de seus times.

Desde então, o que acompanhamos em campeonatos e torneios foi uma grande mudança no padrão atlético e comportamental dos jogadores europeus e que poucos atletas e times brasileiros acompanhavam.

Dentro e fora de campo os atletas são cada vez mais profissionais e cuidadosos com seus corpos e imagens. Não há mais espaço para o atleta que acredita que apenas com o talento ele vencerá.

O empresário Daniel Dantas  - fundador da DWS – Dantas World Soccer, alerta jovens atletas para o risco que um falso sucesso pode gerar.

“Durante anos, presenciei diversos atletas extremamente talentosos, verdadeiras joias do esporte que nem chegaram ao time profissional da cidade que nasceram. O esporte hoje em dia é totalmente diferente do futebol jogado nos anos 70 e 80”, afirma.

Segundo o empresário, o jogador hoje é uma máquina física.

"Os investimentos feitos na preparação de um atleta profissional são enormes.  Os times Europeus e alguns brasileiros possuem equipes e equipamentos que são melhores que a grande maioria de hospitais, por exemplo", comenta.

O empresário lista as 4 características que os grandes jogadores da atualidade têm em comum:

Treinamento Técnico – os jogadores passam por toda a categoria de base de seus times treinando e formando sua técnica. Eles devem chegar ao profissional preparados para desempenhar funções diversas dentro de campo, mas é na base que a técnica do jogador é formada.

Dedicação: todo atleta possui um sonho. Sonho este que será realizado por poucos. Entretanto, mais de 90% dos jogadores que vencem de verdade são os jogadores que se dedicam mais. Entendem que a dedicação do dia-dia fará toda a diferença.

Profissionalismo dentro e fora de campo: Lembra daquela temporada de preparação? Onde os atletas normalmente se apresentavam ao time “fora de forma”. Jogadores hoje em dia possuem (e pagam do próprio bolso) equipes de preparação técnica e física - orientada pelo técnico do time que jogam – para se apresentarem bem perto da sua forma ideal para jogo.

Trabalho em equipe – “Você corre por mim e eu resolvo lá na frente”. Outra frase comum até os anos 90, talvez 2000, porém no futebol atual TODOS os jogadores sabem de suas tarefas em campo e respeitam o time como um todo.

Segundo o empresário, dificilmente um jogador talentoso que não respeite o time, não tenha dedicação extrema ao jogo, cuidado com o corpo e boa formação técnica terá sucesso no futebol atual. Neste cenário, ele destaca a importância da categoria de base no Brasil.

“Alguns times do Brasil possuem verdadeiros centros de formação, mas a grande maioria ainda não possui estrutura alguma para uma verdadeira formação de atletas. Ainda tratamos o futebol de base como uma várzea.
Quando os times se tornarem mais profissionais em todos os departamentos junto com o talento natural do brasileiro, seremos a seleção número 1 novamente”, conclui.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp