28/04/2021 às 17h49min - Atualizada em 28/04/2021 às 17h49min

A reinvenção Tiriyó na missão religiosa católica entre as décadas de 1960 a 1980 por Joanan Marques de Mendon | Portal Obidense

O livro conta a história da missão religiosa que tem o objetivo introduzir os interesses dos não indígenas e estabelecer bases em um posto militar.

Fonte: Sedcom/Diocese de Óbidos
Foto: Divulgação
BRASIL – A presença de exploradores na região Norte do estado do Pará acontecia desde muito tempo, entretanto, foi com o aumento do fluxo de pessoas e a necessidade de melhor domínio por parte do governo brasileiro sobre a fronteira que teve início a excursão de 1959 com o objetivo de criar uma Missão religiosa e, respectivamente, estabelecer as bases de um posto militar naquela região.

Para tanto, os missionários deveriam reunir os indígenas dispersos e garantir através da Missão o domínio sobre o território, estruturando a partir daquela presença a extensão do Estado por trata-se de um território nacional, empreendendo, desse modo o projeto de “integração” dos indígenas, o qual tinha como objetivo inseri-los nos interesses dos não- indígenas, “povoando” aquela região amazônica por meio de uma estrutura atrativa e que os mantivessem fixos na Missão.

O livro intitulado "A Reinvenção Tiriyó na missão religiosa católica entre as décadas de 1960 a 1980", do autor Joanan Marques de Mendonça, foi lançado contando a história da missão nas respectivas décadas, porém a excursão teve início em 1959 com o objetivo principal de criar uma missão religiosa e estabelecer as bases de um posto militar naquela região.


“Buscando analisar as relações estabelecidas na Missão Paru de Oeste, entre os anos de 1959 a 1985, fizemos o uso das memórias dos indígenas e da documentação por eles produzidas, localizada na FUNAI de Belém e nos jornais impressos da capital, assim como nos registros oficiais dos acervos dos religiosos nas cidades de Recife, Belém e na Missão Tiriyó, como também nos documentos produzidos pelos militares, presente no Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica do Rio de Janeiro - INCAER-RJ e na FUNAI de Belém."

"Dedico este trabalho aos indígenas cujo anseio por liberdade e autonomia inspiraram estas poucas linhas da história e ainda agradeço aos religiosos, em especial o Bispo da Diocese de Óbidos, Dom Bernardo Johannes” Finaliza o autor Joanan Marques.

​O livro está disponível na versão digital de forma gratuita pelo site https://www.editoraolyver.org/tiriyo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp