08/01/2021 às 10h08min - Atualizada em 08/01/2021 às 10h08min

Biólogo brasileiro está entre “Heróis do Meio Ambiente” em lista de publicação internacional | Portal Obidense

O projeto desenvolvido pelo biólogo para proteger o pirarucu envolve o engajamento de comunidades locais do Rio Juruá.

- Por Suzana Camargo
Fonte: Conexão Planeta
Fotos: divulgação ©Rolex / Marc Latzel
AMAZÔNIA – O biólogo paulista João Vitor Campos e Silva não é um nome novo para a gente aqui do Conexão Planeta. Em 2019 falamos sobre ele quando recebeu um prêmio internacional pelo seu projeto para salvar o pirarucu na Amazônia.

Naquele ano, João Vitor foi um dos cinco ganhadores do Rolex Award for Enterprise, premiação promovida pela marca de relógios suíça, que desde 1976, apoia o trabalho de “indivíduos excepcionais, que têm a coragem e a convicção de enfrentar grandes desafios – homens e mulheres com espírito de empreendedorismo, iniciando projetos extraordinários para tornar o mundo um lugar melhor”.

O projeto desenvolvido pelo biólogo para proteger o pirarucu envolve o engajamento de comunidades locais, que são conscientizadas sobre a necessidade da conservação da espécie. Elas constróem casas de madeiras perto de lagos e nesses locais impedem que a pesca predatória seja realizada.



Através do manejo do pirarucu, as comunidades rurais conseguiram melhorar a geração de renda e também, promover a igualdade de gênero, pois pela primeira vez, mulheres se beneficiam, economicamente, com a atividade pesqueira nessas áreas. O dinheiro que circula localmente também ajuda na melhoria da infraestrutura de escolas e postos de saúde. “Salvar o peixe é, portanto, um antídoto para a pobreza”, disse João Vitor ao Conexão Planeta há pouco mais de um ano.

E agora, novamente, o trabalho desse brasileiro ganha mais um reconhecimento mundial. João Vitor aparece entre os “Environmental Heroes” – “Heróis do Meio Ambiente” -, para nos inspirar em 2021, em uma lista feita pela CNN International. Ao longo do ano passado, a história de várias pessoas foi contada no projeto Call to Earth, entre elas, a de João Vitor.

Chegando a medir até três metros de comprimento e a pesar 250 quilos, o pirarucu (Arapaima gigas) é o maior peixe de água doce e de escamas do mundo. Ele é uma espécie nativa da Bacia Amazônica, ou seja, só encontrado em lagos, remansos de rios, meandros abandonados e várzeas dos principais afluentes do Amazonas, e em nenhum outro lugar do mundo.

Infelizmente, no último século, a pesca predatória fez com que houvesse uma alarmante redução no número de pirarucus na região amazônica.
“O pirarucu é uma das espécies com maior importância cultural da Amazônia, então é muito fácil que as comunidades se engajem no projeto e fiquem animadas e querendo realizar o manejo”, diz o biólogo.

Na lista elaborada pela CNN com esses heróis que nos inspiram ainda mais a lutar pelo meio ambiente, João Vitor está ao lado de nomes como o do argentino Pablo Garcia Borboroglu, que trabalha pela conservação dos pinguins, a ativista de Ruanda Valerie Akuredusenge, que une educação ambiental à proteção dos gorilas-da-montanha e o indiano Arun Krishnamurthy, que busca a recuperação de lagos e lagoas em seu país (veja quem são os outros heróis na reportagem da CNN, neste link, em inglês).




Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp