13/10/2019 às 13h42min - Atualizada em 13/10/2019 às 13h42min

Uma História de Fé – 1918, Ilha dos Paes, Terra Santa. Assembleia de Deus, 100 anos no oeste do Pará | Portal Obidense

Por: July Steffani
Informações: Assembleia de Deus
Cidade de Terra Santa no Oeste do Pará - Foto: Assembleia de Deus
TERRA SANTA - O início do movimento pentecostal no Brasil é marcado por milagres em que o agir de Deus foi uma constante em todos os momentos dessa obra, a começar pelo Estado do Pará para uma tão grande obra. Não foi diferente o que aconteceu com a história da Assembleia de Deus em Terra Santa. O berço do movimento pentecostal assembleiano em toda a região do Baixo Amazonas.

Foi em 1918 quando um ourives pernambucano chamado João Ferraz, chega ao município de Faro (hoje Terra Santa), mais precisamente no lugar denominado Boca do Cachimbo, trazendo as boas novas. A mensagem da cruz foi bem recebida pelos proprietários do local, a família Bentes Nogueira rende-se aos pés de Cristo. Começa aqui a comovente história da Assembleia de Deus em Terra Santa e também em toda a região do Baixo Amazonas, pois esta foi a primeira Assembleia de Deus fundada na região.

A Primeira Congregação

Ainda na década de 20, é instalada a primeira Congregação da Assembleia de Deus nesta região, mais precisamente na localidade conhecida como Ilha dos Paes, no Lago do Piraruacá, no então município de Faro, hoje Terra Santa. O nome da ilha faz referência ao sobrenome da família proprietária do local que fez doação do terreno onde mais tarde é construído o primeiro templo. A família de Benedito Paes de Andrade, residentes da ilha, e a família de João Paulo Nogueira que, durante o período das cheias do rio Nhamundá, mudava residência para o Pirarucá, são os primeiros membros e congregados.

Congregação do Piraruacá - Foto: Arquivo Assembleia de deus

Fundada pelo Pr. João Pereira Queiroz e por seu Auxiliar José Floriano Cordeiro, a Congregação da Ilha dos Paes inicialmente fica sob a responsabilidade de José Floriano, sendo assistido pelo Pr. João Pereira Queiroz que, residindo em Óbidos, visita mensalmente o trabalho e ministra ceia para os membros residentes no local. Após ser consagrado a Pastor, José Floriano é enviado para pastorear a Igreja de Manaus, onde vem a falecer. José Augusto de Figueiredo, que havia sido consagrado a pastor na mesma ocasião que José Floriano, assume o trabalho no Piraruacá e constrói oficialmente o primeiro templo da Assembleia de Deus nesta região. Feito de taipa e coberto de palha, o antigo templo permanece até 1972, quando é demolido e substituído por outro construído em alvenaria.

Segundo predio da igreja em Terra Santa na decada de 70 - Foto: Arquivo Assembleia de Deus

O Trabalho se Espalha

Durante vários anos a Congregação do Piraruacá é a base missionária para o trabalho de evangelização nos lugarejos e cidades adjacentes. A partir do Piraruacá, o Pr. José Augusto de Figueiredo (Zuzu Figueiredo, como era conhecido), assistia espiritualmente os irmãos da Boca do Cachimbo Comunidade de Maria Pixi, município de Oriximiná, Ilha Valha-me Deus, município de Juruti, Aicurapá, município de Parintins, entre outros lugares. As viagens evangelísticas do Pr. Zuzu Figueiredo sempre duravam dias, pois este viajava em canoa a remo, único meio de transporte disponível.

Pr. José Augusto de Figueiredo e Ana Isabel Soares do Figueiredo | Foto: Assembleia de Deus

Com a saída do Pr. José Augusto de Figueiredo, em 1940, o seu filho, Pb. José Augusto de Figueiredo Filho assume a direção dos trabalhos na Congregação do Piraruacá, sendo assistido e supervisionado pelo Pr. Francisco Jorge Evangelista, pastor da igreja em Juruti – PA.

Em 1953, o auxiliar José Santarém Teixeira assume a direção da Congregação do Piraruacá, permanecendo com essa missão até a década de 70 quando muda-se para a Vila de Terra Santa.

No decorrer desses 100 anos, atualmente a Assembleia de Deus vem desenvolvendo um brilhante trabalho evangelístico e assistencial neste município utilizando várias estratégias para atender a população terra-santense, com assistência espiritual através programas na Rádio Comunitária Paraíso FM, visitas domiciliares, cultos evangelísticos em vias públicas, cultos públicos em Templos da Igreja, em vários locais do Município. Também atende famílias carentes com cestas básicas mensais e cestas natalinas; realiza ainda mutirões de construções e demais serviços prestados em benefício da sociedade terra-santense.

A Igreja Assembleia de Deus também investe na área artístico-cultural através de sua Escola de música, criada no dia 06 de julho de 2013, para atender a comunidade terra-santense, com oficinas de instrumento de sopro, cordas, percussão e musicalização. Oferecendo, assim, atividades culturais e educacionais de entretenimento e lazer por meio da música para crianças e adolescentes.
 
Atualmente, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Terra Santa está sob os cuidados Pastor Paulo Cesar Oliveira Benjamim (foto), desde 2017,  e chega ao Centenário contando com cerca de 800 membros e 2.000 congregados distribuídos em 7 Congregações na Zona Urbana e 3 na Zona Rural. Por representar uma importante Instituição religiosa, a Igreja Assembleia de Deus em Terra Santa conquistou um mérito, no ano de 2016. Nesse ano foi instituída a Lei municipal nº 214/2016 que criou o Dia da Assembleia de Deus no município. Com a Lei foi oficializado no Calendário de Datas Oficiais do Município de Terra Santa, Pará, o terceiro sábado do mês Outubro como o “Dia da Assembleia de Deus em Terra Santa”. Nesse dia todos os servos de Deus, que congregam nesta Igreja, têm a honra de exaltar e glorificar nome de Jesus Cristo, pelas vitórias alcançadas pela fé, pelo trabalho social realizado neste município e por conquistar almas para o engrandecimento do Reino de Cristo. E, neste ano, a data será mais do que especial, pois será dedicada à grande festa de Celebração pelos 100 anos da primeira Assembleia de Deus em todo o Oeste paraense.


Prédio Atual da igreja na cidade de Terra Santa - PA - Foto: Arquivo Assembleia de Deus
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Findando o período letivo qual a matéria mais difícil de passar?

6.1%
9.5%
44.6%
10.8%
17.6%
4.1%
7.4%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp