25/03/2016 às 14h30min - Atualizada em 25/03/2016 às 14h30min

Tradicional Via-Sacra em Óbidos com novidades, este ano a encenação está dividida em dois atos.

Óbidos revive em dramatização a prova de amor do filho de Deus conforme passagem no novo testamento livro de João.

Por: Jefferson Santos
Fotos: Wendel Menezes

ÓBIDOS - O grupo de teatro amador Getsemani criado desde 1993, agracia o povo obidense com a encenação do sacrifico do filho de Deus em favor da humanidade, tradicionalmente apresentava o espetáculo pelas manhãs de sexta-feira santa. Este ano com algumas reformulações e sempre primando pela essência das escrituras o grupo dividiu o espetáculo em dois atos:

O primeiro ato as 21:00 hs da quinta-feira realizado na praça Sesc Centenário, como pressuposto de possível palco de evangelização e uma futura Jerusalém sagrada. A noite de quinta-feira (24) enfatizou a lição de humildade de Jesus lavando os pés de seus discípulos nos ensinando o gesto de servir, em seguida a confraternização da última ceia onde o traidor come à mesa com seu mestre para logo em seguida o traí-lo por 30 moedas de prata e assim cerrando o primeiro ato com a prisão do filho do homem no horto do Getsemani

e levado em procissão até o próximo cenário onde Jesus é condenado perante Pilatos;

O segundo ato conta com 15 estações, partindo do amanhecer onde Jesus passou a noite sendo açoitado e pela manhã é feito moeda de troca com um prisioneiro que pediu ao governo romano a absorvição de Barrabás e execução de Jesus aclamado por um povo ímpio.

As 9h começa a Via Crucis na troca de prisioneiro por Jesus e é decretada a condenação à morte do filho de Deus.

I Estação

Jesus é definido criminoso pelo estado de Roma;

Reflexão: em nossos dias somos condenados a toda instante pelo Estado com a falta de políticas públicas e marginalizados pela falta de oportunidade em uma sociedade segregadora.

II Estação

É imposta a pesada cruz e jesus é obrigado a carrega-la até monte calvário;

Reflexão: Embora vivermos em estado democrático de direitos, somos obrigados a carregar a pesada cruz, de impostos, desmandos pela classe política e principalmente o desbotamento das instituições que garantem a cidadania do homem “livre”.

III Estação

Jesus cai pela primeira vez com a cruz sobre seus ombros;

Reflexão: Quantas vezes fraquejamos com nossa fé, e caímos nos rendendo diante das dificuldades e oportunidades vãs deste mundo, esquecendo que há um Deus que está sempre disposto a nos levantar.

IV Estação

O encontro de Maria com seu filho Jesus sob a cruz;

Reflexão: Ainda hoje mães sofrem por falta de pão, nas filas de ônibus, nos hospitais superlotados em sem assistência muitas vezes veem seus filhos terem a vida ceifada diante da

carrasca necessidade.

V Estação

Simão Cirineu ajudo Jesus a carregar sua cruz;

Reflexão: Nosso orgulho muitas vezes nos cega e não percebemos que o Senhor Jesus está sempre ajudando-nos a carregar nosso pesado fardo das dificuldades.

VI Estação

Verônica enxuga o rosto de Jesus;

Reflexão: Nas dificuldades é que percebemos quem realmente está por perto para nos ajudar e sempre disposto a enxugar nossas lágrimas.

VII Estação

Jesus cai pela segunda vez;

Reflexão: Não importa quantas vezes cairemos, o importante é saber que mesmo sem forças temos um Deus que nos levanta com suas mãos poderosas para oportunidades e dias melhores.

VIII Estação

Jesus encontra com as mulheres de Jerusalém que e as consola;

Reflexão: Mesmo diante das tribulações devemos ter fé e força para resistir ao inimigo e ajudar quem está em situação desfavorável a nossa.

IX Estação

Jesus caiu pela terceira vez;

Reflexão: A queda é inerente a humanidade mas Deus nunca esqueceu da humanidade que quando não consegui mais caminhar ele carrega em seus próprios ombros.

X Estação

Jesus é despojado de suas vestes;

Reflexão: Devemos resistir e ser forte espiritualmente, pois muitas vezes nos é tirado até a liberdade de expressão, somos oprimidos, mas não devemos desanimar.

XI Estação

Jesus é pregado na cruz;

Reflexão: A sociedade pode condena-la pela falta de assistência, limitar suas possibilidades porém não conseguem, prendem sua mente e capacidade de estar sempre servindo e praticando o bem.

XII Estação

Jesus morre na cruz;

Reflexão: Quantas vezes achamos que ali é o fim, mas todo fim é o início de um recomeço com vida e atitudes novas.

XIII Estação

O corpo de Jesus é retirado da cruz;

Reflexão: Somos levados todos os dias pela vontade dos outros porém necessitamos reagir.

XIV Estação

Jesus é sepultado;

Reflexão: É preciso estar atento para as etapas de nossa passagem neste mundo, pois levaremos apenas nossas boas ações e fé que depositamos em Jesus, estando sempre com um espirito contrito e voltado para o pai, pois o corpo físico vem do pó e ao pó voltará.

XV Estação

A ressureição de Jesus.

Reflexão: Chegara o dia em que prestaremos contas de tudo que praticamos aqui na terra, pense nisso.

A via sacra finalizou as 10:30h aplaudida pelo público que prestigiou emocionado todo percurso contando com mais de 100 componentes do grupo entre diretores, atores, atrizes e apoio, tendo na presidência a senhorita Lourdes Bentes que a 23 anos participa desse espetáculo e como vice Ailson.

O grupo Getsemani desde o ano passado passou também a ser pessoa jurídica, fundada a associação cultural de teatro, sem fins lucrativos com o objetivo especifico de trazer entretenimento ao povo obidense.

O Portal Obidense finaliza esta cobertura externalizando com a satisfação pelo belíssimo espetáculo promovido de coração e com objetivo de evangelizar pelo grupo teatral Getsemani.

Click AQUI e veja todas as fotos das estações


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp