03/08/2018 às 18h37min - Atualizada em 03/08/2018 às 18h37min

O Portal Obidense, foi até a comunidade Nova Jerusalém no município de Óbidos – PA, acompanhar o processo de preparo da farinha de mandioca.

Não somente a farinha, mas todos os produtos derivados de sua fabricação são muito bem apreciados pela população, como a tapioca, tucupi, beiju.

Por: Elton Pereira
Foto: Elton Pereira
ÓBIDOS - Agricultura familiar, esse é um dos negócios do campo que movimentam o agronegócio, com um pouco de incentivo e muita força de vontade, milhares de brasileiros desenvolve seus trabalhos na roça de forma sustentável, afim de assegurar um “dinheirinho” para a manutenção da família que na maioria das vezes com muita criança.

Na comunidade NOVA JERUSALÉM, área de terra firme do município de Óbidos, no oeste do Pará, nossa equipe do Portal Obidense, acompanhou o processo de preparação da farinha de mandioca que tem o incentivo direto do governo municipal através da secretaria municipal de abastecimento SEMAB, farinha essa que é bastante conhecida e exportada para outras cidades e estados do Brasil.

Na casa de dona Mery, assim conhecida a agricultora “MARIA ROSIMARY MOREIRA” de 52 anos de idade casada e mãe de um casal de filhos, a 35 anos mora na comunidade e é bastante conhecida por trabalhar com a roça, com a ajuda de mais 4 pessoas, a agricultora acorda todos os dias bem cedo, faz o café e logo depois, parte para a labuta no barracão ou no roçado. A tarefa do dia é fazer e encher 4 sacas com farinha de mandioca boa e com qualidade, mais essa tarefa não é fácil, tudo começa lá roçado, com a colheita das batatas, que depois serão descascadas e postas de molho, para então passarem pelo processo de moagem, a pasta branca passa pela prensa, e é lavada à mão pela própria agricultora e mais uma ajudante saindo o tão conhecido tucupí, um dos derivados da mandioca.

Feito isso é a vez de iniciar o tralho de torragem da farinha, feito no forno artesanal que é aquecido a lenha, são mais de 8 horas de trabalho até chegar no ponto, onde se colocar a massa da mandioca e com um trabalho de paciência e cuidado, com um remo deve-se ficar mexendo a matéria prima até fira farinha.

A farinha produto indispensável na mesa do amazonidas, muitas pessoas não fazem suas refeições almoço ou janta se não tiver a farinha.
Mesmo compondo o prato principal do paraense, a farinha que é indispensável diariamente na nossa mesa, um trabalho artesanal que ainda é pouco valorizado, é comum vermos nas feiras o produto já pronto para consumo, no entanto ao acompanhar o processo de preparação, faz a gente pensar no trabalho muitas vezes exaustivo que diariamente milhares de famílias agricultoras se submetem, para abastecer as grandes cidades com produtos de qualidade.

Além da experiência vivida nossa equipe aprendeu muitas lições, e sentimos que não basta apenas valorizar ou dar os parabéns por recebermos o produto pronto em nossa mesa, precisa-se dar condições e ajuda para o beneficiamento do material, e manter essas famílias com qualidade de vida nessas regiões, evitando para que elas migrem para a cidade.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.6%
10.1%
1.8%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
33.9%
1.5%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp