22/03/2018 às 22h22min - Atualizada em 22/03/2018 às 22h22min

Encontro sobre o Cadastro Único reúne municípios do Baixo Amazonas e Tapajós

Publicado Por: Walmir Ferreira
Por Samuel Alvarenga
Foto: Agencia Pará - Sec. Desenvolvimento Social de Óbidos, Izalina Alves

BAIXO AMAZONAS - Representantes de municípios do Baixo Amazonas e do Tapajós participaram nesta quinta (22) e sexta-feira (23), em Santarém, do Encontro Estadual do Cadastro Único, que tem como tema: combatendo a extrema pobreza do estado do Pará. Organizado pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), o encontro avalia a gestão do CadÚnico nos municípios e procura identificar os atores diretamente envolvidos.

A abertura do evento, que é realizado no auditório do Hotel Sandis Mirante, contou com a participação da secretária adjunta da Seaster, Leila Machado; do secretário regional de Governo do Baixo Amazonas, Olavo das Neves; dos coordenadores das áreas de Assistência Social, Zuíla Wanghon; de Saúde, Osmarina Pires; de Desenvolvimento e Incentivo à Produção, Gustavo Hamoy, e de Infraestrutura e Logística, Rodrigo Branco, além de técnicos e gestores municipais da área de assistência social dos municípios.

O Cadastro Único (CadÚnico) é uma ferramenta que contém dados sobre as famílias brasileiras. A partir desses dados é possível estabelecer políticas públicas que visem melhorar a qualidade de vida da população, principalmente a que se encontra em situação de vulnerabilidade social.

O titular do Centro de Governo do Baixo Amazonas, Olavo das Neves, informou que as demandas dos municípios, não somente na área de assistência social, podem ser compartilhadas na representação do Estado no Baixo Amazonas e Tapajós. Segundo Olavo, o papel do Centro é, a partir de um modelo de gestão compartilhada, ajudar a sanar possíveis dificuldades que os municípios possam enfrentar nesse processo.

Municípios aprovam encontro regionalizado

A iniciativa da Seaster em descentralizar os encontros do CadÚnico foi aprovada por representantes da área de assistência social dos municípios. Para a secretária de Desenvolvimento Social de Óbidos, Izalina Alves, em virtude da distância, a troca de experiência de forma regionalizada permite maior aproximação com o Estado.

"É de suma importância o que o Estado faz, via Seaster, até porque a gente verifica que algumas regiões estão bem distantes e algumas têm a mesma realidade. Em resumo, isso é uma espécie de troca de experiência. Aquilo que deu certo no meu município, por que não colocar à disposição do outro? Eu sou muito grata ao Estado, porque é através dessas capacitações que a gente consegue alinhar, padronizar algumas coisas. É de suma importância o Estado estar dando as mãos aos municípios, porque para a gente do Baixo Amazonas a logística é bem complicada até Belém, então o fato deles descentralizarem e trazerem para os polos, como Santarém, é muito mais viável", aprova a secretária. O Encontro Estadual do Cadastro Único prossegue nesta sexta-feira (23), destacando, também, a importância das boas práticas na gestão do Cadastro Único, com exemplos de sucesso nos municípios.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp