17/11/2017 às 13h55min - Atualizada em 17/11/2017 às 13h55min

Falta de emprego atinge mais pretos e pardos no país

Por: Elialdo Junior

BRASIL - Prestes a comemorar o Dia Nacional da Consciência Negra, no dia 20 de novembro, o país recebeu dados, nada animadores sobre a quantidade de pessoas da cor preta e parda sem ocupação no Brasil. A pesquisa mostra que a falta de emprego atinge mais pretos e pardos que os demais, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD CONTÍNUA), do IBGE divulgada nesta sexta - feira (17). A taxa de desocupação registrada para esse segmento da população foi de 14,6% no terceiro trimestre de 2017, frente a 9,9 dos brancos.

O total de pretos e pardos que buscaram e não conseguiram emprego no período era de 8,3 milhões, dentre 13 milhões desocupados (63,7% do total). Esses dois grupos étnicos representavam 54,9% da população com mais de 14 anos.

Além do desemprego a taxa de subutilização, que considera também a subocupação, por trabalho inferior a 40 horas semanais, também é maior para pretos e pardos, de 28,3% a 18,5% dos brancos. Segundo o IBGE havia 26,8 milhões de brasileiros subutilizados no terceiro trimestre.

Para o IBGE os dados indicam a desigualdade no mercado de trabalho brasileiro. Dentre os fatores estão a falta de experiência, de educação é formação de grande parte da população de cor preta ou parda. Um processo histórico que vem desde a colonização, que já avançou muito, mas ainda tem que se avançar ainda mais.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Findando o período letivo qual a matéria mais difícil de passar?

6.1%
9.5%
44.6%
10.8%
17.6%
4.1%
7.4%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp