18/09/2017 às 20h48min - Atualizada em 18/09/2017 às 20h48min

Secretaria Municipal de Agricultura de Óbidos, realizou visitas em propriedades de piscicultores de Óbidos.

Após receberem Certificado de qualificação, dos 52 pequenos agricultores e Piscicultores de Óbidos apenas 30 acreditaram no projeto e foram empreendedores. No final de semana receberam visitas de engenheiros de pesca e SEMAB.

Por: Rafaela Aquino
Foto - Rafaela Aquino e Semab - PMO - Ilha Grande - Óbidos - PA

ÓBIDOS -  Com o objetivo de fortalecer e observar as técnicas utilizadas na piscicultura do Município pelos pequenos produtores, uma equipe da Secretaria Municipal de Agricultura de Óbidos, juntamente com os engenheiros de pesca Carlos Augusto, Neto Bessa e Tiago Marinho (professor da UFOPA de Santarém), realizaram, na última semana uma série de visitas aos piscicultores do município cadastrados na Secretaria Municipal de Agricultura.

Antes de tudo, foi realizado do dia 03 a 06 de julho, 4 dias de curso de formação administrado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Abastecimento (Semab). O curso foi realizado por meio de parceria firmada com o Sindicato Rural de Óbidos, Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-PA), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), e a Prefeitura de Alenquer, que destinou dois engenheiros de pesca para ministrar a formação.

Para saber mais CLICK AQUI

A intenção da Secretaria de Agricultura é conhecer o trabalho inicial dos piscicultores, verificar como estão fazendo os trabalhos depois do curso que eles fizeram e também fazer um diagnóstico prévio, saber qual a real demanda, e quais as suas dificuldades”, explicou secretário de Agricultura de Óbidos Celson Rodrigues.

Rodrigues acrescenta ainda que sua visita, também consiste em apresentar aos piscicultores proposta para criação de uma cooperativa ou entidade representativa, como por exemplo, uma associação, com o objetivo de tentar moldar esses produtores a produzir peixe de maneira mais tecnificada e de modo mais economicamente viável.

As visitas atenderam a uma demanda de aproximadamente 30 produtores do município, que há tempos necessitavam de uma inspeção técnica e de um acompanhamento para aprimorar os trabalhos por eles feitos.

Esse trabalho de empreendedorismo de criação de peixe na região de Óbidos abre um novo nicho de mercado, com perspectiva de sucesso a médio prazo, com pouco investimento, pois as condições e locais são propício a criação o que aumenta o percentual de sucesso nos negócios, em um local onde cada vez mais, se percebe falta do pescado, principalmente no período de defeso.

O próprio mercado Obidense de pescado, já importa de empresa do sul do Brasil, peixe de viveiro da espécie tambaqui, com essa nova ação o despertar para a atividade de criadouro, a importação estará com os dias contados, pois se gasta e encarece o valor do peixe devido a dificuldade com a logística.

Os piscicultores obidenses, ainda estão em fase embrionária, um começo com todo o acompanhamento do governo municipal, para que tudo aconteça dentro da legalidade.

Muita coisa ainda precisa ser feito, a questão do transporte, barreiras e criadouros, o pensamento é de abastecer o mercado local, mas pelo começo de sucesso o sonho se estende para exportação com isso trazer para Óbidos divisas e geração de emprego.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp