11/09/2017 às 16h56min - Atualizada em 11/09/2017 às 16h56min

I Fórum Farmacêutico debate sobre o descarte e uso adequado de medicamentos

Evento realizado pelo MPE em parceria com a UFOPA reuniu profissionais da área da saúde, e representantes de entidades governamentais e não governamentais.

Por: Érique Figueirêdo – ASCOM/PMO
Fotos: Mauro Pantoja – ASCOM/PMO

ÓBIDOS - A normatização acerca do descarte e do uso adequado de medicamentos foi tema do I Fórum Farmacêutico realizado em Óbidos, no oeste do Pará. O evento foi promovido pelo Ministério Público Estadual (MPE), em parceria com a Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

O encontro realizado na manhã desta segunda-feira (11), no auditório Dom Floriano na Mitra Diocesana de Óbidos, reuniu membros do Conselho Municipal de Saúde (CME), Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), Câmara Municipal Vereadores, servidores do município, além de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e representantes de entidades da sociedade civil organizada.

As discussões sobre o descarte e uso adequado de medicamentos faz parte do plano de ação firmado após o I Fórum e Workshop Farmacêutico do Oeste do Pará (Fofopa), realizado em junho de 2017 em Santarém, que definiu pela ampliação dos debates para outros municípios da região.

Durante o fórum foram apresentadas informações sobre a forma mais adequada para o descarte de medicamentos. Outro ponto destacado foi o cuidado que deve ser tomado pelos profissionais da rede municipal de saúde para evitar desperdício de remédios da farmácia pública.  

“Deixar que medicamentos passem do prazo de validade é jogar dinheiro público fora, ou seja, é a utilização indevida de dinheiro público. Por isso essa discussão quer garantir que no Baixo Amazonas nós tenhamos um grande movimento para garantir a utilização adequada dos medicamentos em nossos municípios”, ressaltou Lilian Braga, promotora de Justiça.

Outro objetivo do fórum é estimular a elaboração da Relação Municipal de Medicamentos Essenciais. A proposta é criar uma rotina de atendimento na rede municipal em que os médicos prescrevam medicamentos de acordo com a Denominação Comum Brasileira, indicando o princípio ativo do medicamento, em sintonia com a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename).

“Trouxemos uma recomendação que será encaminhada ao prefeito e a Secretaria Municipal de Saúde, que diz respeito a prescrição desses medicamentos feitos pelos profissionais de saúde, a intenção é que essas prescrições obedeçam ao princípio ativo desse medicamento, levando em consideração a relação nacional de medicamentos, e que o uso desses medicamentos possa estar adequado ao que a legislação prevê”, disse Braga.

Na oportunidade foi discutido com a Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores de Óbidos, a instalação de descartômetros. A ideia é disponibilizar à população um local adequado nas farmácias da cidade para que a população possa descartar medicamentos vencidos. O conceito leva em consideração a proposta da logística reversa, ou seja, que as farmácias auxiliem no descarte correto dos medicamentos em desuso, evitando danos à natureza.

Para a secretaria de saúde de Óbidos, Melina Braga, o fórum vem ao encontro das necessidades da rede municipal de adequar seus estoques a realidade atual, desde a aquisição, passando pela distribuição até chegar ao descarte dos medicamentos. “Para nós enquanto município está sendo muito importante esse fórum e acredito que posteriormente teremos bastante efetividade com relação a tudo o que foi discutido hoje aqui. Tenham certeza de que o Ministério Público encontrará na secretaria de saúde um grande parceiro para implantar os projetos apresentados hoje”.

O Fórum Farmacêutico será realizado nos próximos dias nos municípios de Juruti, Oriximiná Alenquer e Monte Alegre.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.6%
10.1%
1.8%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
33.9%
1.5%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp