25/08/2017 às 10h05min - Atualizada em 25/08/2017 às 10h05min

Catadores de lixo constituem associação “Recicla Orixi” e deverão integrar o Plano Municipal de Resíduos Sólidos

Assessora de Comunicação do PTS
Por: Martha Costa
Foto: Martha Costa

ORIXIMINÁ - Uma luta de mais de 15 anos regada a angustia, insegurança e invisibilidade. Assim, a catadora de resíduos sólidos de Oriximiná, município localizado no Oeste do Pará, Raimunda Vitor Batista, descreveu a profissão que abraçou ainda na adolescência e que hoje aos 30 anos de idade ainda é a única forma de garantir o sustento dos três filhos. A história da dona Raimunda é apenas uma, dentre mais de 20 vivenciadas no dia a dia das associadas da “Recicla Orixi”. A associação foi fundada a partir do apoio técnico e da Prefeitura e do Programa Territórios Sustentáveis, que dentro dos eixos Gestão Pública, Desenvolvimento Econômico, Capital Social, Gestão Ambiental e Quilombolas tem atuado de forma significativa nos municípios de Terra Santa, Faro e Oriximiná.

 A conquista do registro da associação chegou em um momento que eles já nem acreditavam que iria dar certo, e mesmo diante das dificuldades dona Raimunda nunca deixou de sonhar e de lutar, e hoje é a presidente da associação.  “Essa foi uma luta muito grande e até que enfim conseguimos chegar aqui com a ajuda do Territórios Sustentáveis e agora vamos levar a associação para frente. Eu mesma trabalho mais de 15 anos no lixão e antes de eu começar já existia a luta, mas nunca tiveram a iniciativa e o que havia era as pessoas falarem que não ia dar certo, e o sentimento que eu tenho agora é de felicidade. É um sonho realizado”.

O trabalho junto à associação surgiu a partir da iniciativa dos próprios catadores que buscaram, durante a realização da oficina de Assessoramento Jurídico ministrada pela Ecam, no âmbito do PTS. “A dona Raimunda tinha o sonho de criar a associação e o município já estava fazendo uma ação com os catadores, então nós entramos com a formação, com mais mobilização e o apoio ao registro. Esse foi um trabalho coletivo, em parceria com o município e com a associação, que foi crescendo e trouxe um resultado muito bacana”, Destacou Rosival Dias, consultor do programa.

A associação possui 23 associados, gente simples que tem um papel fundamental na sociedade: “A criação da associação de catadores é uma estratégia para o plano municipal de resíduos sólidos e sem essa associação o plano fica invalidado, ele não prossegue, e o plano está sendo discutido aqui no município e nós precisamos junto a sociedade apoiar a estes catadores", enfatizou Dias.

A partir da constituição da Associação “Recicla Orixi” a vida de dona Raimunda e dos demais associados poderá mudar. Agora eles passam a existir juridicamente e podem receber doações de entidades, elaborar projetos para captação de recursos, bem como contribuir para a elaboração do Plano Municipal de Resíduos Sólidos.

O Programa Territórios Sustentáveis é executado pela Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam), Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) e Agenda Pública, financiado pela Mineração Rio do Norte.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp