13/06/2017 às 10h48min - Atualizada em 13/06/2017 às 10h48min

Polícia Militar fecha casa de show que recebia e vendia bebidas para menores. Depois fez busca de suspeito de estupro no Curumu.

Por: Walmir Ferreira
Foto: Policia Militar

ÓBIDOS - Na sexta-feira (9) a Polícia Militar foi acionada por populares, através do telefone móvel, denunciando menores em uma festa particular e consumindo bebidas alcoólicas. O agravante foi constatado na hora da abordagem. Uma viatura da PM se deslocou ao bairro Santa Terezinha, por volta de 22:30 horas e identificou o local da festa particular. Vários adolescentes foram flagrados ingerindo bebida alcoólica.

O proprietário do estabelecimento foi identificado e relatou aos militares que a festa, privada, cobrava cinco reais por entrada ou uma garrafa de cachaça. O dono do estabelecimento foi preso em flagrante enquadrado no artigo 230 por oferecer e fornecer bebida alcoólica a menores de idade. Para a Polícia Militar não é surpresa este caso, já que são muitas informações à cerca da legislação.

"Qualquer pessoa que vai comercializar bebidas alcoólicas ou abrir uma casa de festa noturna sabe da legislação e tem conhecimento das sansões caso descumpra as normas legais. O proprietário do estabelecimento foi preso em flagrante e continua custodiado na delegacia de Óbidos." Disse o Sgt. Rocha, Policial MIlitar.

Trata-se de Gabriel Mousinho, o proprietário do estabelecimento que foi preso no local. Já outras 20 pessoas, sendo que a maioria eram adolescentes foram apresentados na delegacia de Óbidos para os procedimentos legais e liberados após a presença dos pais. De acordo com os policiais, alguns menores apresentavam sintomas de ter ingerido bebida alcoólica.

Ainda na sexta-feira, 9 de junho, por volta de 22:45 horas uma outra guarnição da Polícia Militar, em parceria com a Civil efetuou uma operação de vistoria numa embarcação com linha Óbidos - Santarém com intuito de averiguar uma denúncia de que havia na mesma viagem um homem suspeito de um estupro na comunidade rural, Curumu, aproximadamente 22 quilômetros da sede de Óbidos.

O caso ocorreu há duas semanas atrás. O crime teria ocorrido na comunidade e o suspeito fugiu. Várias denuncias chegaram à polícia dando informações sobre o paradeiro do acusado. Desta vez, a revista foi feita, mas o suspeito não foi localizado.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp