11/05/2017 às 18h55min - Atualizada em 11/05/2017 às 18h55min

Monte Alegre em clima de revolta, devido ao triplo homicídio que aconteceu próximo a comunidade de três bocas.

O Acusado de um crime bárbaro, matou a mãe e mais um casal de filhos, de 6 e 9 anos de idade, a terceira criança de 2 anos, sobreviveu escondida debaixo de um cobertor de cama.

Para o Portal Obidense
Por: Marcio Garcia
Foto: Policias Cilvil e Militar

MONTE ALEGRE – Barbaridade! Tragédia, são vários sinônimos para definir o que aconteceu na manhã desta quinta-feira (11), na cidade de Monte Alegre no oeste paraense.

A polícia investiga o crime, um ato de tamanha barbaria que tirou a vida da mãe e um casal de filhos ainda menores de idade. Senas forte, registrada pela polícia que não ousamos postar as fotos, neste Portal de notícias.

Segundo o delegado de Monte Alegre Dr. Almir Alves: “É... nós tivemos realmente esse triplo homicídio, que aconteceu na zona rural do município

de Monte Alegre, próximo a comunidade das Três Bocas, que foram vítimas a mãe identificada por, Diana Gomes de Moraes, 34 anos (foto), sua filha Thavine Emanuelle Gomes Monteiro de apenas 9 anos e o filho Rycharlison Gomes Monteiro de 6 anos, foram assassinados com punhaladas de arma branca, tendo como suspeito o nacional Benonias Esquerdo da Costa. Este já foi preso pela nossa equipe de polícia Civil e policia Militar, que logo após o fato, iniciaram diligencias e conseguiram fazer a prisão do acusado. Chamamos a atenção que no momento da prisão do acusado ele estava ferido, com uma punhalada a altura do peito, provavelmente tentou suicídio. Este é um fato que nós estamos apurando”.

Segundo informações a vítima queria terminar um relacionamento de 6 meses com o acusado, mas que não se sabe, o verdadeiro fato que motivou o crime, Diana era mãe de 3 filhos, sendo que o terceiro de 2 anos, sobreviveu enrolado em um cobertor e provavelmente passou despercebido pelo assassino.

População Revoltada

O caso repercute em todo o norte do Brasil, e deixou a população de Monte Alegre, revoltada. Inconformados um grande número de pessoas, foram até o hospital municipal, tentarem invadir, para fazer justiça com as próprias mãos, foi preciso a policia Militar e Civil agir de forma enérgica pois enquanto faziam a guarda na porta janelas estavam sendo quebradas na intentativa de invadir o pronto socorro.

Retirada do Hospital de Monte Alegre

Em um trabalho, rápido e com muita astúcia, a polícia sabendo que não poderia controlar a população que estava revoltada, por muito tempo, tirou o acusado em uma ação rápida e transferiu de imediato para Santarém.

Em Santarém

Benonias, chegou a cidade de Santarém, no final da tarde, com uma forte escolta da polícia de Monte Alegre, em sua chegada muito tumultuo, pessoas querendo se aproximar do acusado que foi colocado rapidamente no carro da polícia e levado para a 16° delegacia seccional de polícia na Borges Leal, onde será finalizado os procedimentos da apuração dos fatos. Após isso, Benonias será levado para o presidio Sílvio Hall de Moura na vila de Cucurunã.

Informações de Indulto dia das mães

Alguns meios de comunicação, noticiaram que o acusado, Benonias Esquerdo da Costa, era detento com condenação e que avia recebido o induto do dia das mãe. O caso foi levantada pelo nosso repórter correspondente Marcio Garcia e tudo só passou de boatos, porém foi confirmado que ele, já tinha passagem pela polícia, foi condenado, preso, cumpriu pena em regime fechado e posto em liberdade por que a justiça entendeu que já tinha pago pelo crime cometido.

Caso Jurunas

O Portal Obidense, lembra outro crime que revoltou cidadãos de bem e também presidiários, o filho que saio da prisão por induto do dia internacional da mulher e matou a mãe.

Relembre o caso CLICK AQUI

Esta matéria foi patrocinada pela Farmácia Vita Farma - Distirbuindo prêmios em Oriximiná.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.6%
10.1%
1.8%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
33.9%
1.5%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp