28/03/2017 às 11h17min - Atualizada em 28/03/2017 às 11h17min

Policia Militar de Óbidos solicita que a população fique mais atenta sobre e siga algumas regras para não serem vítimas de assalto.

Em apenas quadro dias (23/03 - 26/03) foram registrados quatro roubos na cidade de Óbidos, Oeste do Pará. Conforme matéria neste Portal.

Por: Walmir Ferreira
Foto: Portal Obidense

ÓBIDOS - Um número baixo, comparado às grandes cidades, mas significativo para uma cidade com as dimensões e características de Óbidos, conhecida pelo romantismo dos casarios, na cidade velha, e por um povo festeiro e receptivo.

Mas, nada dessas características impedem a oscilação dos casos de criminalidade na zona urbana. Os casos de roubos a mão armada crescem, principalmente nos finais de semana. Somente de quinta-feira, 23 a domingo, 26 de março foram pelo menos quatro casos de assaltos com as mesmas características, os bandidos estavam armados (faca) e abordaram vítimas do sexo feminino e desacompanhadas. Outro detalhe são os horários e locais. Em alguns casos a vítima estava em frente de sua residência, absorta, teclando no celular. Já nos outros casos a vítima estava em local escuro ou em altas horas da noite.

O comando da Polícia Militar em Óbidos começou a observar esse LEVE aumento da criminalidade, quanto aos roubos. Após uma rápida análise a Polícia Militar suspeita que dois fatores, opostos, se cruzam formando um provável aumento dos crimes de assaltos.

"Quando a Polícia Militar efetua muitas prisões a população fica com aquele sentimento de tranquilidade e acaba 'baixando a guarda'. Isso faz com que os novos bandidos, camuflados na sociedade acabem observando os desatentos com seus aparelhos celulares, muito expostos, na maioria dos casos, se colocando como vítimas em potencial dos assaltantes." Alerta o Ten. Artur Vasconcelos, Comandante da 29° CIPM de Óbidos.

O que seria uma vítima em potencial?

Para a Polícia Militar uma pessoa que 'baixa sua guarda' está perto de ser abordada por um bandido. Isso ocorre quando uma pessoa, geralmente sozinha, fica muito atenta ao aparelho celular e deixa de observar o movimento ao seu redor. Segundo a PM, essa parcial desatenção acaba facilitando a ação de ladrões que se aproveitam das vítimas, armados de algum tipo de arma, branca ou de fogo e em alguns casos a fuga é feita sobre DUAS RODAS.

Produtos de roubos como moeda de troca?

De acordo com a Polícia Militar os produtos oriundos de furtos e roubos são moedas certas em comércio de venda e troca de entorpecentes. As 'bocas de fumo', vulgarmente chamados os locais de tráfico de drogas recebem diversos produtos em troca (venda) de várias drogas ilícitas como a maconha, crack, cocaína e o OXI, como já foram feitas apreensões na cidade de Óbidos. São drogas altamente perigosas com poder de vício maior que as mais populares.

"Infelizmente, os aparelhos celulares e outros objetos roubados são trocados nas bocas de fumo como moeda de troca e por um valor muito mais baixo do que de mercado. É a opção que os usuários de drogas encontram para alimentar o vício, partindo para a criminalidade." Ressalta Ten. Artur.

A Polícia Militar tem feito diversas ações de fiscalização na cidade, para tentar reduzir os índices de violência urbana. Operações como "Duas Rodas", "Hipnus" e "Barreira" são algumas medidas que buscam armas, drogas e pessoas em conflito com a lei. Mas, como não há um policial para cada cidadão, todos devem tomar suas próprias medidas de segurança para não se tornar o próximo alvo dos bandidos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp