14/03/2017 às 20h49min - Atualizada em 14/03/2017 às 20h49min

A empresa Samise, solicitou ao Portal Obidense pedido de retratação sobre a matéria publicada no dia 08 de março de 2017

Presamos sempre em informar verdades, com clareza dos fatos, baseados nas informações repassadas dos órgãos que tem a competência para tanto, e concedendo o direito de resposta a quem solicitar fazendo assim o exercício pleno do direito.

Da Redação
Foto: Portal Obidense

No último dia 08/03/2017, foi publicado uma matéria em nosso Portal com o título “Semma realiza apreensão de balsas com madeiras, maquinário e documentação irregular no município de Óbidos”

Abaixo publicamos na integra, o texto enviado pela empresa Samise, onde solicita o pedido de retração e a verdades dos fatos.

Gostaria de registrar minha insatisfação com a falta de clareza na matéria: “Semma realiza apreensão de balsas com madeiras, maquinário e documentação irregular no município de Óbidos”.  A qual associa indiretamente nosso projeto de concessão florestal da Flona de Saracá-Taquera em um contexto de apreensão de madeira ilegal e equipamentos.

--------------

ÓBIDOS - Após denúncias ao setor da Semma, agentes e fiscais da secretaria municipal de meio ambiente de Óbidos, estivem verificando na noite da terça-feira (07), dois empurradores com quatro balsas, sendo três de madeiras e uma com maquinários usados para extração das mesmas. Segundo informações os carregadores vinham da cidade de Terra Santa do projeto Saracá-Taquera, e do manejo Serrinha município de Óbidos.

 Primeiro empurrador

Após vistoria de documentação no primeiro empurrador originário de Terra Santa, foi constato irregularidades junto a SEFA (Secretaria de Estado da Fazenda), que atua no combate à evasão fiscal na documentação DOF, no recolhimento do valor do frete da embarcação, esse caso foi encaminhada   para SEFA, para recolhimento dos valores, e após o regularização junto ao órgão será liberada.

--------------

O empurrador com duas balsas de madeira proveniente do projeto de concessão federal da empresa Samise Ind. Com. e Exp. Ltda., estava parado no posto de fiscalização da SEFA de Óbidos, aguardando o envio dos comprovantes de pagamento do ICMS de frete da empresa que realizava o transporte da madeira (Transmapa), o qual ocorreu 30 minutos após a solicitação do Fiscal e as balsas foram liberadas para seguir viagem.

Portanto, nunca houve apreensão das embarcações por parte da SEFA, nem apreensão da madeira por parte da SEMMA municipal. Toda madeira que sai do projeto de concessão florestal da Flona de Saracá-Taquera, através do porto de Terra Santa é acompanhada de DOF (documento de origem florestal), romaneio (cadeia de custódia das toras) e notas fiscais. A empresa Samise é certificada pelo selo internacional FSC o que aumenta ainda mais a responsabilidade da empresa quanto às boas práticas do manejo florestal sustentável e rastreabilidade da madeira.

Estou colocando em cópia o fiscal da SEFA (Óbidos) Caio Vaz, o qual participou do processo de fiscalização destas balsas para comprovar a veracidade do que estou reportando através deste e-mail. Também está em cópia o David Escaquete representante da Certificadora Imaflora, que audita o projeto anualmente para manutenção do selo FSC (certificado FSC em anexo).

Espero que o jornal se retrate e corrija esse erro que vem trazendo sérios problemas de imagem para a Empresa Samise junto a clientes, parceiros e sociedade.

RICARDO TAMANHO

Diretor de Operações


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.4%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
34.2%
1.2%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp