07/02/2017 às 17h11min - Atualizada em 07/02/2017 às 17h11min

Seurb recupera trecho da orla que foi interditado após erosão

Após avaliação dos engenheiros, outro trecho da orla foi identificado com problemas de estrutura, e está recebendo os trabalhos de recuperação.

Por: Érique Figueirêdo
Foto: Ordilei Santos

ÓBIDOS - O trecho da orla em frente a cidade de Óbidos, no oeste do Pará, que foi interditado na semana passada após parte da estrutura ceder, em decorrência das fortes chuvas que tem caído na região, está sendo revitalizado pelo setor de obras da Secretaria Municipal de Urbanismo e Infraestrutura (Seurb).

O trabalho que é coordenado pela equipe de engenharia da prefeitura, e supervisionado pela Coordenadoria de Defesa Civil, está recuperando a base da estrutura que havia cedido devido o rompimento de uma galeria pluvial. Além da recuperação, uma nova canaleta de concreto foi construída,

para garantir o escoamento da água da chuva. “Nós corrigimos em parte já essa fuga de material. Estamos na segunda parte do trabalho. Possivelmente até o começo da outra semana a gente vai estar entregando a população aquela parte em condições de tráfego para os pedestres”, garantiu Marcos Maciel, secretário de infraestrutura.

Outro trecho da orla passou a receber os trabalhos de revitalização. Durante a avaliação técnica dos engenheiros, realizada na semana passada, foi identificado problemas de infiltração e erosão em um perímetro próximo da área que foi interditada.

A Seurb determinou que o setor técnico faça um estudo na área para saber até que ponto o atracação das embarcações de grande porte na orla, colabora para a abertura de fissuras na estrutura. “Nós pedimos que esse estudo seja feito para que possamos tomar as providências necessárias. Faremos tudo com lucidez e com a cautela necessária, porque sabemos que muitos ribeirinhos também atracam suas embarcações ali”, disse Maciel.

O trabalho emergencial foi solicitado pela Defesa Civil, que atentou para o possível agravamento da situação com a elevação do nível rio Amazonas. “O trabalho garante tranquilidade para os moradores e comerciantes daquela área, no período da enchente. Não temos previsão de uma grande elevação do rio, mas optamos por realizar o trabalho, para evitar uma situação pior”, finalizou Ary Franco, coordenador da Defesa Civil. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp