06/07/2024 às 14h10min - Atualizada em 06/07/2024 às 14h10min

Concurso Público do IFPA Óbidos é anulado por suspeita de irregularidade | Portal Obidense

O certame de fase classificatória disponibiliza cargos de professores para o Campos de Óbidos, porém de acordo com denúncias de uma suposta irregularidade na fase seguinte, o concurso teve sua anulação concretizada pela comissão do próprio certame

Por: Marcelo Luiz

Portal Obidense  Publicidade 790x90

Concurso IFPA, impugnado

ÓBIDOS - A prova objetiva do concurso público do IFPA (Instituto Federal do Pará) realizada em Santarém para os cargos de professores de Biologia, Informática e Geografia destinados ao Campus de Óbidos aconteceu no dia 02 de junho, e teria como data do dia 23 do corrente mês a realização da 2° fase também em Santarém, porém essa etapa junto ao certame acabou sendo anulada ao ser detectada uma possível irregularidade que não divulgada ainda.

O concurso disponibilizava 3 vagas para Óbidos, sendo para os cargos de professores das disciplinas citadas acima. Mais de 400 candidatos de todo o Brasil prestara o certame, porém a 2° etapa do concurso foi denunciada por vários outros candidatos após identificarem algo que estaria em desacordo com o próprio edital do concurso.

Ao tomar conhecimento do caso, a comissão organizadora do certame composta por 10 servidores do Instituto Federal emitiu uma nota informando a anulação do concurso. Mas o que chama a atenção é que a comissão apenas informou em nota que a anulação se deu por conta de uma "impugnação de um membro da banca examinadora" na qual seria a responsável pela fase seguinte da prova, sem relatar o nome do membro da banca e nem se quer informar o motivo da impugnação.

A anulação foi assinada no dia 21/06 através de uma nota assinada por Johelden Campos Bezerra, atualmente Presidente da Comissão responsável pelo planejamento, coordenação e execução do concurso.

O salário em questão bem generoso entre R$ 4,8 mil e R$ 10,4 mil reais chamou a atenção de vários concurseiros de plantão que nesse momento aguardam uma posição clara do Instituto Federal do Pará sobre o fato e como será o andamento de um possível novo certame.

A equipe jornalística do Portal Obidense entrou em contato com a Diretora Geral do IFPA Campus Óbidos na tentativa de colher informações referente ao motivo da anulação do concurso, porém a mesma informou que não estaria autorizada a relatar o fato, tendo em vista que a comissão do concurso ainda irá se posicionar de maneira mais clara e objetiva sobre o caso, tendo apenas uma suposição de que possivelmente haverá uma definição para a realização de uma outra prova, as informações oficiais são apenas da anulação do concurso, motivo: "impugnação de um membro da banca examinadora".

O caso foi noticiado por outros veículos de impressa, porém não tinham de fato, informações sobre o que realmente aconteceu. Muitos candidatos que fizeram a primeira avaliação buscaram na internet e na página oficial do instituto uma resposta para suas perguntas, inclusive questionando valores investidos no tempo dedicado e material para estudo e valores investido na inscrição.



Porém o Portal Obidense conseguiu o parecer NUP: 23051.012632/2024-00 da Advocacia-geral da União Procuradoria-geral Federal Procuradoria Federal junto ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará.

Nessa Ementa assinada pelo Procurado-chefe da Procuradoria Junto ao IFPA Sr. Aldenor de Souza Bohadana Filho, deixa claro um dos motivos do pedido de impugnação do concurso e das avalições, são laços estreitos entre a diretora do IFPA Óbidos e dois candidatos que participaram ativamente do certame, com a suspeita de vantagem em detrimento dos demais concurseiros, nada comprovado, porém levantado conforme
o parecer NUP: 23051.012632/2024-00 da Advocacia-geral da União Procuradoria-geral Federal Procuradoria Federal junto ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará.

 

Portal Obidense  Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp