25/06/2024 às 14h19min - Atualizada em 25/06/2024 às 14h19min

Pantanal em chamas: MS decreta emergência após queimadas explodirem

Decreto vale para cidades atingidas por incêndios, que já destruíram mais de 600 mil hectares do Pantanal em 2024.

Da Redação
Conexão Política

Portal Obidense  Publicidade 790x90

Foto: Reprodução

MATO GROSSO DO SUL - O estado de Mato Grosso do Sul, que abriga quase 70% do Pantanal brasileiro, declarou situação de emergência por 180 dias nos municípios afetados por incêndios florestais.

Durante esse período, estão autorizadas ações focadas na reabilitação e reconstrução das áreas atingidas, coordenadas pela Defesa Civil do Mato Grosso do Sul. Essas ações poderão ser mobilizadas pelos órgãos estaduais envolvidos no enfrentamento do desastre.

O decreto, assinado pelo governador Eduardo Riedel (PSDB), inclui parques, áreas de proteção e preservação nacionais. Em situações de urgência, os agentes da defesa civil estão autorizados a entrar em residências para prestar socorro, ordenar evacuações e utilizar propriedades particulares.

Para garantir a continuidade das operações, não será necessária a realização de licitações em casos de emergência ou calamidade pública, facilitando a execução de obras e a aquisição de equipamentos e serviços.

O governo do estado declarou a situação de emergência devido a uma combinação de fatores: a seca prolongada e o aumento significativo de temperaturas no Mato Grosso do Sul, bem como os impactos das queimadas na agropecuária pantaneira.

O Pantanal enfrenta uma grave crise ambiental com os incêndios florestais de 2024, sendo 96% pior do que o recorde de queimadas de 2020, segundo Gustavo Figueiroa, biólogo do SOS Pantanal.

 

Portal Obidense  Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp