18/06/2024 às 15h54min - Atualizada em 18/06/2024 às 15h54min

Irregularidades nos Correios serão investigadas por comissão da Câmara

“A Câmara não pode fechar os olhos à atual realidade da empresa”, enfatizou Bia Kicis.

Da Redação
Conexão Política

Portal Obidense  Publicidade 790x90

Foto: Reprodução

BRASIL - A deputada Bia Kicis (PL-DF) apresentou à Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara dos Deputados, na sexta-feira (14), uma proposta para investigar possíveis irregularidades nos Correios.

De acordo com ela, a empresa estatal, que teve um prejuízo líquido de cerca de R$ 800 milhões no primeiro trimestre deste ano, corre o risco de ficar sem caixa a partir de junho. No mesmo período de 2023, o prejuízo já havia alcançado R$ 328 milhões.

“Que contraste com o 1º trimestre de 2022, no governo Bolsonaro, quando os Correios tiveram lucro de R$ 216 milhões”, destacou Bia Kicis em um artigo publicado no Poder 360.

Durante o governo de Jair Bolsonaro (PL), chegou a ser elaborado um modelo de privatização que previa a venda de 100% da estatal. A previsão na época era realizar a venda em leilão no primeiro semestre de 2022. No entanto, o projeto foi travado no Senado após ser aprovado pela Câmara.

A investigação será diretamente assessorada pela Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira da Câmara dos Deputados. Conforme o progresso, pode ser solicitada a análise completa das informações da empresa pelo Tribunal de Contas da União.

“A Câmara não pode fechar os olhos à atual realidade da empresa”, enfatizou Bia Kicis. A intenção é identificar e punir os responsáveis pelo prejuízo.

“Promover a transparência e facilitar o acesso dos cidadãos a informações sobre o uso do suado dinheiro dos seus impostos são compromissos sagrados do Congresso para com a população. Assegurar a viabilidade dos Correios, permitindo-lhe continuar a cumprir seu dever de servir à sociedade, também”, concluiu a deputada.

 

 

Portal Obidense  Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp