28/01/2017 às 11h05min - Atualizada em 28/01/2017 às 11h05min

Números que chamam a atenção da Defesa Civil do município de Óbidos, Oeste do Pará.

Esta semana, as fortes chuvas que caíram sobre a cidade pauxiara causaram muitos danos às já danificadas e esburacadas ruas e orlas da cidade.

Por: Walmir Ferreira
Foto: Portal Obidense

ÓBIDOS – Mas, o problema pode ser maior quando se tem notícia do avanço das águas do rio Amazonas, que banha a cidade. A última análise do nível do rio aponta 1,80 cm acima do que estava no mesmo período do ano de 2016. No mesmo período em 2016, ao final do mês de janeiro o nível do rio estava em 1,86 cm. Isso até o dia 20 (vinte) de janeiro de 2016. Neste mesmo período, 20 (vinte) de janeiro de 2017 o nível do rio Amazonas está em 3,74 cm.

As informações foram obtidas pela Defesa Civil do Município de Óbidos através da Agência Nacional de Águas (ANA), que é um órgão ligado ao Ministério da Integração em Brasília. O município de Óbidos, baseado nesses dados faz-se notificar um estado de ALERTA para risco de uma grande cheia do Rio.

Preocupados com a dimensão desta cheia a Defesa Civil de Óbidos irá fazer um recadastramento das famílias ribeirinhas, que não ocorre desde o ano de 2012. Os moradores das áreas de várzea são os mais afetados com o avanço das águas do rio, já que perdem plantações, compromete a pastagem dos animais e modifica a rotina das famílias.

O órgão alerta ainda para as conseqüências de uma grande cheia que não ocorre desde o ano de 2012, que em conjunto com a cheia de 2009 e dos anos 80, 70 e 60 foram umas das maiores enchentes de todos os tempos.

Por enquanto não há divulgação de novos dados oficiais quanto ao atual nível do rio Amazonas, mas os efeitos já podem ser observados no avanço das águas sobre a orla da cidade e onde antes havia apenas terra e muita poeira.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.6%
10.1%
1.8%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
33.9%
1.5%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp