30/11/2016 às 20h36min - Atualizada em 30/11/2016 às 20h36min

Arcon concede autorização a quatro linhas de transporte hidroviário de passageiros.

De Óbidos a Santarém, as viagens serão feitas pela Amaral Vip Navegação, que vai operar com duas embarcações.

Inf. Agencia do Pará
Foto: Agencia Pará

PARÁ - Quatro novas linhas de transporte hidroviário receberam autorização da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon) para operar nesta terça-feira (29). As concessões são para as linhas de Óbidos a Santarém, de Belém a Portel e duas de Mocajuba a Cametá. O serviço poderá ser iniciado a partir de 1º de dezembro.

O diretor geral da Arcon, Bruno Guedes, recebeu os representantes das empresas para a cerimônia de entrega das autorizações e ordens de serviço. A gerente do Grupo Técnico de Transporte Hidroviário (GTH), Martinha Rocha, juntamente com técnicos da Agência, discorreram sobre os direitos e deveres das empresas e usuários, que devem ser seguidos com rigor a partir da regularização.

“Essa ação foi alavancada a partir da intensificação de ações de fiscalização, que identificaram serviços de transporte oferecido por empresas privadas sem a devida delegação da Agência. As empresas que atuam de modo irregular, em sua maioria, operam com embarcações que não oferecem segurança aos passageiros, além de não estarem comprometidas com as questões regulamentadas, e, principalmente, não observarem os direitos dos usuários”, avalia Martinha Rocha.

A linha Mocajuba-Cametá, como serviço diferenciado, realizando o percurso em menor tempo, será compartilhada pelas empresas J.N. Navegações e Céu do Brasil. João Monteiro, representante da J.N. Navegações, destaca que a linha “é muito importante para o município, principalmente para os alunos que precisam se deslocar diariamente, já que a viagem por estrada é longa e o barco facilita o deslocamento”. Já o representante da Céu do Brasil, Ivanildo de Vasconcelos, vê uma oportunidade de simplificar o acesso aos serviços que não são disponíveis em Mocajuba, mas que podem ser encontrados em Cametá. “A linha vai garantir a mobilidade da população, que precisa acessar serviços bancários, unidades de atendimento do INSS e outras instituições. Além disso, é muito melhor para nós atuarmos em um serviço legalizado e com o apoio do governo”, observa Vasconcelos.

De Óbidos a Santarém, as viagens serão feitas pela Amaral Vip Navegação, que vai operar com duas embarcações. Segundo Evander Batista, representante da empresa “o diferencial é o conforto para a população, com navios novos e serviço de qualidade”. A viagem entre Belém e Portel, que também é feita em 18 horas e com parada em Breves, será feita em 12 horas pela T. do Vale André Navegação. “Queremos prestar o melhor serviço possível, com conforto, segurança e sem paradas, o que até hoje não existe”, afirma o representante empresa, Tiago André.

Por Vanessa Pinheiro


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp