22/11/2016 às 19h19min - Atualizada em 22/11/2016 às 19h19min

O Dia do Músico acontece anualmente em 22 de novembro para homenagear todo e qualquer ser humano que se dedique à música.

Escolhemos um renomado músico obidense para homenagear os profissionais desta área. Luiz Carlos Queiroz (32).

Por: Walmir Ferreira
Foto: Portal

ÓBIDOS - Luiz é natural do município de Santarém. Lá iniciou sua vida na música. Filho de pai pedreiro e mãe dona de casa e três irmãos. Luiz Carlos aos seus 10 anos de idade ingressou ao Pólo da Fundação Carlos Gomes no ano de 1994. Foi aprovado, sem transporte, ia andando de casa para o curso. Um longo caminho que não distanciou o menino do seu objetivo. Seguiu o caminho na música, estudou flauta doce.

No ano de 1998 aos 14 anos de idade entrou para a renomada Banda de Música Wilson Fonseca de Santarém. Participou de aproximadamente 200 apresentações por ano. Conheceu outros município do Estado assim como diversos estados da Federação como Amazonas, Brasília-DF, Bahia e São Paulo.

No ano de 2005 terminou a faculdade como professor músico da orquestra da Escola de Música Wilson Fonseca. Foi através da música

que conseguiu sua graduação e seu primeiro emprego na prefeitura de Santarém e ainda influenciou um irmão a entrar para música.

“Eu morava em um bairro perigoso. Perdi muitos amigos de infância para as drogas e a violência. Teve um caso que eu cheguei a Santarém e fui lavar meu carro. Vi aquele rapaz chorando, fui conversar e vi que era um amigo meu de infância. Me disse que teve as mesmas oportunidades que eu, mas não soube aproveitar. Eu o ajudei e hoje ele conquistou sua vitória.” Relatou emocionado Luiz Carlos Queiroz.  

Luiz Carlos Queiroz, hoje vive em Óbidos, passando seus conhecimentos em atividade criado pela Secretária Municipal de Educação que deu vida ao projeto Cultura Pela Paz que visa despertar o talento e iniciar atividade artística da criança e jovens obidenses.

O dia 22 de novembro foi lembrado para a comemoração do dia do Músico por ser também o dia de Santa Cecília, que é considerada a

padroeira dos músicos, tornando a data um referencial para todos os que se dedicam à nobre arte de alegrar as pessoas.

Aproveitando-se do evento, a professora Yolanda Rigonelli, em 1960, começou com a comemoração da semana da Música, no Conservatório Musical de Tatuí, onde era diretora, para homenagear os músicos e os alunos do conservatório que é o mais tradicional e reconhecido em todo o Brasil.

Desde então, a Semana da Música vem sendo realizada todos os anos, tornando-se um evento de âmbito nacional, tomando conta de universidades, onde existam ou não cursos voltados para a arte musical, e tomando conta de entidades as mais diversas, sendo comemorada praticamente em todo o país.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp