19/10/2016 às 11h16min - Atualizada em 19/10/2016 às 11h16min

A ideia partiu após um encontro no lixão da cidade de Óbidos com 6 crianças catando alimentos.

Em um momento particular com Deus, a inspiração de uma ação imediata mobilizou voluntários a fazer um trabalho de doação e de partilha.

Por: Walmir Ferreira
Foto: Silvia Siqueira

ÓBIDOS – A humanidade passa por transformação, muitos vivem e trabalham em prol de si mesmo, a luta por um mundo unido ainda está no coração daquele que vê em seu próximo a oportunidade de compartilhar.

O retrato da pobreza em nossa cidade aliada a falta de estrutura e oportunidade de emprego e projetos humanitários forçam muitas famílias a viverem na pobreza extrema.

Era 15 de agosto de 2016, a senhora Izalina que mora atualmente em Manaus – AM, foi ao lixão que fica nos arredores da cidade de Óbidos no Oeste do Pará. Lá presenciou uma sena triste e ao mesmo tempo penosa, 6 crianças estavam no meio do lixo, buscando e catando migalhas e restos de alimentos, uma sena degradante que mexeu com o coração de Izalina, esta prometeu retornar a Manaus e buscar recursos para alimentar aquelas pequenas crianças, que sem projeto ou perspectiva de vida, foram tiradas a educação e saúde, porem lutavam em busca de alimento para sobreviverem.

A fome não espera!

Mas ao mesmo tempo que tomava essa iniciativa pedindo ajuda de Deus em oração de imediato veio em seu pensamento um “recado” de Deus “A FOME NÃO ESPERA”. E assim de imediato com a certeza que algo deveria ser feito foi em busca de apoio.

Somente ela sabia o que tinha presenciado e visto, se encheu de força e foi em busca de algo. Como obra de caridade e colocando sempre o amor ao próximo, contou a várias pessoas que de imediato abraçaram a causa, temente a Deus e pensando e matar a fome daquelas crianças, não pensaram duas vezes e foram como voluntários pedir, pedir a todos.

Colocando em pratica

Se organizaram e como sempre uma boa obra pensando na coletividade formou-se um grupo de pessoas, apoiadas por religiosos, empresários, jovens da comunidade de Santa Terezinha, membros da Renovação Carismática, entre muitos tomamaram a frente: Jefferson, Silvinha, Nara, Emília, Berinha, Eliseu, Bigau, todos da família Alves: Milena, Bruno, Tarciso, Izalina e Isolina (responsável em fazer a sopa) e apoio da coordenadora da Comunidade dona Luzia e as Freiras (Adriana, Neide e a consagrada Lucimar.

Dessa forma organizado e com ajuda das pessoas que fazem a coleta de alimentos doado foi estipulado que de início pelo menos uma vez no sema sendo as segundas feiras será distribuído um sopão as famílias carentes do bairro do Perpetuo Socorro, onde vive as crianças, hoje são 50 famílias, total em média de 200 pessoas. Cada família leva apenas o suficiente para alimentar

seus membros para que todas sejam comtempladas com o pouco que tem.    

O Portal Obidense falou com uma das voluntárias do projeto Silvia Siqueira que disse: “É uma atividade que traz alegria ao coração, que está muito feliz e que o trabalho é árduo e que todos contam com a generosidade dos que poucos tem, mas que repartem com quem nada tem. O Projeto teve dada para começar que foi dia 15/08 e funcionará até o dia em que o Senhor Jesus quiser”.

Como participar e doar

Para quem quiser participar, como voluntário ou como doador poderá entrar em contato através do telefone: (93) 99149-9604, 99155-4459 ou 99149-9617. As oportunidades são dadas conforme a necessidade, faça a sua doação e sinto o prazer do amor verdadeiro que é o de compartilhar.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp